Vídeo mostra filhote de gato sendo chutado várias vezes por um homem no bairro Passaré, em Fortaleza, CE

Vídeo mostra filhote de gato sendo chutado várias vezes por um homem no bairro Passaré, em Fortaleza, CE

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que um homem chuta várias vezes um filhote de gato, em frente a uma creche no bairro Passaré. Nas imagens registradas pelas câmeras de segurança de uma residência, é possível ver que um homem desce do carro, junto com uma criança e uma mulher, vai até a calçada e chuta o animal várias vezes e depois retorna para o veículo. Em seguida, a família caminha até a creche onde a criança estuda. A divulgação do vídeo causou revolta aos moradores. Os vizinhos informaram que o animal ficou bastante machucado. Moradora fez boletim de ocorrência e adotou animal, que agora se chama Nana.

Investigação

O caso de agressão ao animal foi registrado na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). A Polícia Civil está com oitivas em andamento, com o objetivo de identificar o suspeito de cometer os maus-tratos. As imagens do vídeo foram requisitadas e anexadas à investigação. A Sociedade Protetora dos Animais (SPA) acompanha o caso, segundo o presidente da entidade, Márcio Sousa.

O que diz a lei 

O artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais
diz que “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º. Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§ 2º. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

Adoção

A economista Rossana Leitão mora na rua onde ocorreu o caso e, ao saber dos maus-tratos, decidiu adotar o animal. A gatinha de apenas um mês e meio de vida ficou “mancando” depois dos maus-tratos e passou por uma cirurgia próxima a virilha. Ela ganhou um nome e se chama Nana. Segundo a economista, depois da cirurgia, Nana se recupera bem, brinca e se alimenta. “Ela é uma guerreira, ela pediu para viver”, reforça Rossana. A economista e o marido fizeram um boletim de ocorrência e vão esperar a conclusão das investigações.

Fonte: Diário do Nordeste

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.