Vídeo mostra funcionário da Zoonoses recolhendo cão no Carrefour de Osasco (SP) e Prefeitura rebate nota da empresa

Vídeo mostra funcionário da Zoonoses recolhendo cão no Carrefour de Osasco (SP) e Prefeitura rebate nota da empresa

Um vídeo compartilhado pelo vereador Ralfi Silva (Podemos) nas redes sociais mostra um funcionário da Zoonoses do município tentando recolher o cão que teria sido agredido a pauladas por um segurança do Carrefour de Osasco na última quarta-feira (28). Aparentemente, nas imagens, há sangue em torno do animal no momento.

As agressões teriam sido a causa da morte do animal, acusam ativistas, que realizaram um protesto dentro da unidade no sábado (1º) e têm pregado boicote à rede nas redes sociais.

O Carrefour divulgou nota na qual nega que a morte tenha sido causada pelo segurança e diz que o cão desfaleceu “em razão do uso de um ‘enforcador’, tipo de equipamento de contenção”.

Já a Prefeitura de Osasco afirmou que o cão morreu após chegar ao atendimento emergencial com “hipotensão severa (pressão baixa), hipotermia intensa, hematêmese (vômito com sangue) e escoriações múltiplas. Apesar do tratamento, instituído o animal veio a óbito”.

O vereador osasquense protesta contra a posição do Carrefour: “O meu repúdio e indignação à nota do Carrefour, dizendo que foi a Zoonoses que teria enforcado o cachorrinho. Segue o vídeo do momento em que a zoonoses Prestou os Primeiros Socorros a ele. Vejam que o cachorrinho já está agonizando, resistente ao ato de resgate devido às dores e ao sangramento intenso”, declara Ralfi, por meio de sua página no Facebook.

O meu REPÚPIO e INDIGNAÇÃO a nota do Carrefour dizendo que foi a Zoonoses que teria enforcado o cachorrinho. Segue o…

Publicado por Ralfi Silva em Terça-feira, 4 de dezembro de 2018

“O vídeo mostra que os profissionais da Zoonoses trataram o cachorrinho com muito respeito e carinho durante o resgate. O laudo da veterinária já aponta hemorragia intensa e outros males””, completa o vereador, que apresentou uma Moção de Repúdio contra os maus-tratos a animais na Câmara Municipal.

Publicado por Ralfi Silva em Terça-feira, 4 de dezembro de 2018

A Prefeitura de Osasco também divulgou nota sobre o caso: “O manejo foi realizado por um oficial de controle animal qualificado e o animal foi encaminhado ao departamento para atendimento emergencial”, diz a Prefeitura.

“O animal deu entrada consciente no departamento em decúbito lateral (deitado de lado), mucosas anêmicas, hipotensão severa (pressão baixa), hipotermia intensa, hematêmese (vômito com sangue) e escoriações múltiplas. Apesar do tratamento instituído o animal veio a óbito”.

Publicado por Prefeitura de Osasco em Terça-feira, 4 de dezembro de 2018

De acordo com os ativistas, o cachorro havia sido abandonado no estacionamento do Carrefour Osasco cerca de uma semana antes de ser morto. Alguns funcionários da rede e de lojas que ficam no centro de compras vinham alimentando o animal. Até que um segurança da rede o teria agredido a pauladas até que as patas quebrassem.

Com o cão sangrando, rastejando e bastante fragilizado, a Zoonoses de Osasco foi chamada. Representantes da loja teriam dito que o animal havia sido atropelado ali próximo, na avenida dos Autonomistas, versão contestada por testemunhas. O cachorro foi socorrido pela Zoonoses, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O delegado Bruno Lima, que é deputado estadual eleito, esteve no local para acompanhar o caso, ao lado do vereador Ralfi Silva. Um inquérito vai apurar se o cachorro também foi envenenado e se o segurança que o matou cumpria ordens da chefia, como acusam ativistas, ou agiu por conta própria.

“Acompanharemos de perto até que esse crime seja solucionado. Temos algumas testemunhas que confirmam o ato cruel e que identificaram o autor do crime. Infelizmente a dor que o animal sofreu não temos como apagar e também a sua vida trazer de volta, mas seremos sua voz e lutaremos em seu nome”, declarou Bruno Lima.

Maltratar animais é crime, que pode render de três meses a um ano de prisão e multa. A punição é aumentada em até um terço se houver morte.

Fonte: Visão Oeste

Nota do Olhar Animal: E assim cai por terra a fantasiosa versão apresentada pelo Carrefour, de que o cão teria desfalecido ao ser laçado com o ‘enforcador’ pelo funcionário da Prefeitura de Osasco. Que vergonhoso, Carrefour, que vergonhoso… Além disso, a página do vereador Ralfi Silva no Facebook divulgou um vídeo que seria do momento em que o segurança do Carrefour atinge o cão com uma barra metálica. Veja:

Gratidão a Dra. Silvia Delegada titular do Meio Ambiente da Cidade de Osasco e sua equipe por ter encontrado as imagens do momento da agressão a cachorrinha dentro do estacionamento do Carrefour. Os trabalhos de investigação continuam. O agressor já foi identificado. #RespeitoPelaVida

Publicado por Ralfi Silva em Terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.