Vigilante que espancou cachorro em Simões Filho (BA) é afastado e terá que arcar com tratamento do animal, diz ONG

Vigilante que espancou cachorro em Simões Filho (BA) é afastado e terá que arcar com tratamento do animal, diz ONG

Uma ação lamentável de um vigilante da Prefeitura Municipal de Simões Filho, revoltou a população e, principalmente, os ativistas que lutam pela defesa dos animais. O caso aconteceu no último dia 26 de abril dentro do Centro Comercial do Cia 1, quando, para tentar evitar que um cachorro ficasse no local, o segurança bateu violentamente no animal com um pedaço de madeira. O cachorro ficou com diversos ferimentos.

Diante de tamanha violência, medidas foram tomadas pela Prefeitura Municipal, após uma reunião com a ONG Patas de Luz. De acordo com Elma Silva Santos, presidente da entidade, o vigilante tomou uma suspensão e terá que arcar com todo tratamento do animal.

“O supervisor do vigilante queria demiti-lo, mas nós da ONG entendemos que não precisa demitir, pois, a maldade dele a gente não vai retribuir porque protetor de animais tem amor, não temos maldade, não queremos descontar com maldade, mas pedimos que ele fosse suspenso e pague tudo e assim aconteceu. Vou levar o animal no veterinário e ele vai arcar com toda a despesa, tanto de consulta como de medicações. E que ele não trabalhe mais em setor público que tem animais e gente”, explicou.

As penas para crimes de agressão e maus-tratos a animais preveem detenção de até um ano, mas frequentemente são substituídas por prestação de serviços comunitários ou pagamentos de cestas básicas.

Fonte: Simões Filho Online

Cachorro é espancado por segurança de centro comercial em Simões Filho, BA

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.