Lista com espécies e valores são divulgadas nos grupos onde o crime é praticado - Reprodução/Internet/The Intercept_ Brasil

Whatsapp é usado para tráfico de animais no Brasil

Desde que a internet tornou-se mais popular, através do aumento do alcance de redes wireless e 3G e da facilidade de acesso para a população, a velocidade de informações explodiu, e tornou mais fácil contatos e até negociações pelas redes sociais.

As desvantagens desse poder de compra e venda através de meios como o Whatsapp, é que práticas ilegais se tornaram mais fortes e mais difíceis de serem detectadas em larga escala. Um dos crimes praticados na redes é a negociação de animais de vida selvagem. No Brasil, 300 grupos de Whatsapp estão envolvidos com delitos desse teor.

A ong Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, a Renctas, monitorou em um período de seis meses as mensagens trocadas nas redes e constatou mais de 3,4 milhões de mensagens relacionados ao tráfico de animais. Existem até listas com variadas espécies e as negociações acontecem diretamente por whatasapp, podendo utilizar até cartão de crédito e débito, tudo no anonimato.

A pena no país para quem comete esse tipo de crime pode variar entre seis meses e um ano, e multa.

Fonte:Portal T5

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.