Zoológico de Buenos Aires tem sua entrada bloqueada por ativistas que defensores dos animais

Zoológico de Buenos Aires tem sua entrada bloqueada por ativistas que defensores dos animais

Um grupo de ativistas defensores dos animais se acorrentou na entrada do Zoológico de Buenos Aires, na Argentina, impedindo a entrada do público e com isso trazer uma reflexão sobre a situação que estão passando tais instalações.

“Diferentes prisões, o mesmo inferno” e “o zoo não fechou”, eram alguns dos cartazes que o grupo de ativistas independentes pela liberação animal apresentavam na manhã deste último sábado na entrada do zoológico portenho impedindo que o lugar pudesse abrir suas portas ao público.

“Fizemos diversas ações de conscientização propondo um novo projeto para o lugar, entretanto nada foi feito e os animais ainda permanecem nas mesmas condições de encarceramento que estavam antes. A solução é o fechamento e que os animais sejam liberados”, o ativista Gustavo contou  ao minutouno.com.

A legislação portenha aprovou a transformar o zoológico em um Ecoparque.

Eles decidiram tomar esta medida drástica de impedir a entrada do público. “É a única forma que nos resta para fazer com que isso realmente ocorra. Queremos que os animais deixem de ser exibidos aprisionados e voltem a seu hábitat natural”, afirmou.

Os cerca de 30 ativistas acorrentados nos portões do zoológico enquanto várias pessoas tentavam entrar no local
Os cerca de 30 ativistas acorrentados nos portões do zoológico enquanto várias pessoas tentavam entrar no local

Os cerca de 30 ativistas acorrentados nos portões do zoológico enquanto várias pessoas tentavam entrar no local. “Não deixaremos ninguém entrar, queremos que as pessoas se conscientizem de que esta situação está afetando os animais e pata que finalmente se tome uma atitude a respeito”, decretou Gustavo.

argentina_bueno_aires_ativistas_zoologico_bloqueado_ativistas_3

Tradução de Flavia Luchetti 

Fonte: Minuto Uno 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.