200 cães e gatos correm o risco de ficarem sem abrigo no MT

200 cães e gatos correm o risco de ficarem sem abrigo no MT

Organização pede ajuda para continuar cuidando dos animais

MT cuiaba abrigo1

Nascida em novembro de 2012, da iniciativa de um grupo de voluntários comprometidos com os direitos dos animais, a Opa-MT (Organização de Proteção Animal de Mato Grosso) vem trabalhando no resgate de cães e gatos de situações de sofrimento e abandono.

Sem fins lucrativos, a organização tem desenvolvido uma série de iniciativas para sensibilizar a sociedade, dando aos animais abrigados a chance de um lar, com dignidade e carinho.

Sempre contando com o apoio e a solidariedade de pessoas que colaboram por meio de doações, a Opa-MT agora enfrenta sua maior dificuldade, correndo o risco de ter suas atividades interrompidas.

O imóvel hoje ocupado pela organização terá que ser entregue até o final do mês de maio, o que significa que 200 animais hoje atendidos não terão mais um abrigo enquanto esperam pela adoção, ou, pior, passam por tratamentos de saúde em razão das más condições em que foram encontrados nas ruas.

De acordo com Michelle Scopel, administradora da organização, 25% dos animais resgatados pela Opa-MT não estão em condições de adoção. São cães e gatos idosos ou com saúde debilitada.

A dificuldade de encontrar adotantes é grande, pois a maioria das pessoas tem preferência por filhotes, cães de raça e/ou de guarda, o que reduz as chances daqueles animais que não se enquadram nestes padrões. Provisoriamente, todos os animais do abrigo vêm sendo acolhidos pelos próprios voluntários.

Mas é preciso encontrar uma solução. E por isso, a organização pede ajuda para encontrar um imóvel ou um espaço para a construção de uma nova sede. Um espaço amplo nos arredores de Cuiabá, onde estes animais possam viver em segurança até encontrar suas novas famílias. O projeto da nova sede já está pronto, falta apenas torná-lo uma realidade.

Enquanto busca a nova sede, a Opa-MT continua recebendo doações. Se você pode ajudar de alguma maneira, seja de ração, medicamentos, materiais de limpeza, ou mesmo por meio de uma contribuição financeira, entre em contato pelo email [email protected], pela fanpage da organização no Facebook (facebook.com/Opamt) ou pelo perfil no Instagram (@opamt).

Fonte: Mídia News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.