4 cães salvos de serem abatidos pela carne na China chegaram aos seus novos lares

4 cães salvos de serem abatidos pela carne na China chegaram aos seus novos lares
Richard, à esquerda, e Finna, à direita, estavam entre quatro Golden Retrievers que voaram para os EUA no final de março depois do resgate antes de serem transformados em carne na China (Fotos: Adopt a Golden Nashville)

Um grupo de quatro Golden Retrievers destinados ao abate para sua carne na China foram levados para os Estados Unidos da América para um abrigo. Os cães, chamados Diana, Finna, Richie e Bobo estavam entre 40 resgatados que voaram da China para o Aeroporto JFK em Nova York no final de março.

Diana, Finna, Richie e Bobo então pegaram outro voo para Atlanta, na Geórgia, antes de serem levados para Nashville, no Tennessee, onde eles serão abrigados com a ajuda de uma organização local chamada Adopt a Golden Nashville.

A voluntária Meredith Hyjek disse que ficaria “eternamente grata” a todos os envolvidos em ajudar a trazer os cachorros em segurança para os Estados Unidos da América.

Um grupo de direitos dos animais chamado China Rescue Dogs salvou os cães, e seu presidente, Jill Stewart, disse: “O que uma vez seria o fim de suas vidas, é agora um novo começo para esses bonitos bebês”.

Um quarto Golden Retriever chamado Bobo também foi resgatado, e agora deverá ser abrigado em Nashville, Tennessee (Foto: Adopt a Golden Nashville)

“Eles todos foram colocados em quarentena, microchipados, e receberam todas as vacinas necessárias. Agora, é a vez de eles viverem o resto das vidas deles seguros e felizes com suas amadas famílias.

Stewart e sua equipe esperavam trazer para os Estados Unidos da América no mês passado dezenas de cães destinados a serem transformados em carne, mas voos de animais vivos estavam temporariamente proibidos de deixar a China, no final de março.

Nenhuma razão foi dada para a interrupção, e Stewart disse que aqueles cães que devem ser levados para os Estados Unidos da América são atualmente mantidos em abrigos seguros enquanto esperam o próximo voo.

A China abate cerca de 10 milhões de cães e 4 milhões de gatos para alimento por ano. Muitos dos animais são mantidos em jaulas apertadas antes de suas mortes, e muitas vezes sofrem a agonia de serem jogados em água fervente para ajudar a esfolá-los.

A pressão dos grupos de caridade tem levado ao declínio do comércio de carne de cachorro, embora ativistas digam que a carne de cão e de gato permanece enormemente popular.

Por Jimmy Mccloskey / Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: Metro

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.