42 cavalos estão libertos das carruagens de Acapulco, México

42 cavalos estão libertos das carruagens de Acapulco, México

Aproximadamente 42 cavalos que eram utilizados nas carruagens em Acapulco foram libertados de suas correntes, depois de uma série de esforços realizados por ativistas de várias organizações protetoras de animais.

Dessa forma, tais cavalos, com uma faixa dizendo “aposentados”, foram trasladados para o Refugio Cuacolandia, depois das gestões realizadas por organizações como Patitas Felicez Acapulco, cuja fundadora e presidente é Elga Salgado, Movimiento Consciencia, AC, cuja diretoria é formada por Alejandro V. Sáenz, a atriz Sylvia Pasquel e Ireri Carranza, da organização UPA.

Elena Larrea, a proprietária da Cuacolandia, localizada no Estado de Puebla, agradeceu ao governador do estado de Guerrero, Héctos Astudillo Flores, que mostrou empatia ao libertar os animais.

Disse que “este é um ato histórico em nosso país, já que somos o primeiro santuário com esta premissa de justiça para os equinos, para que jamais voltem a ser objeto de exploração, exibição e maus-tratos. Isso nos dignifica como humanidade, e fortalece os direitos dos animais e os direitos humanos”.

A fundadora e presidente da Patitas Felices Acapulco, Elsa Salgado, atuou desde o início da Lei Geral de Bem-Estar Animal de Guerrero 2014, que proibiu a tração animal nas carruagens. Ela sempre lutou para que isso se tornasse realidade. 

Elena Larrea disse que isto é uma “demonstração de que trabalhando juntos pode-se conquistar muito. Hoje podemos falar de justiça para estes equinos. Mas ainda nos falta conquistar justiças maiores”.

Elena Larrea, que é a proprietária de Cuacolandia, localizada no Estado de Puebla, agradeceu ao governador do estado de Guerrro, Héctos Astudillo Flores, que mostrou empatia ao libertar os animais.

Mesmo assim, as organizações pediram ao governo federal, aos estaduais e municipais que repliquem isso no país, já que a Cuaculandia já tem feito e é algo que a sociedade exige.

A primeira coisa a ser feita com os animais foram os exames veterinários e a remoção das ferraduras que eram de borracha. Os animais comeram cenouras e andaram pelo campo satisfeitos e bem felizes.

Patitas Felices Acapulco, cuja fundadora e presidente Elsa Salgado, esteve desde o início da Lei Geral de Bem-Estar Animal de Guerrero 2014 que proibiu a tração animal nas carruagens. – Fotos: redes de Elena Larrea e Ireri Carranza

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Prensa Animal

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.