Ex-vereadora enfrenta defensores da vaquejada e rebate: ‘Não há como negar maus-tratos’ em João Pessoa, PB

Ex-vereadora enfrenta defensores da vaquejada e rebate: ‘Não há como negar maus-tratos’ em João Pessoa, PB

Na tribuna da Assembleia Legislativa, durante audiência pública realizada nesta terça-feira (11), a ex-vereadora de João Pessoa, Paula Frassinete rebateu argumentos dos defensores da realização de vaquejadas e destacou a violência praticada contra os animais.

Voz solitária em meio ao plenário lotado de defensores, Paula Frassinete confrontou os argumentos favoráveis e afirmou que não há como negar os maus-tratos aos animais. “Não pode ser causa de alegria, satisfação, a dor de outro ser”, avaliou.

A ex-vereador ainda criticou uma lei de autoria do deputado Doda de Tião (PTB), que reconhece a vaquejada como esporte na Paraíba.

Após decisão do STF, que proibiu a realização de vaquejadas, vários deputados estaduais fizeram pronunciamento na tribuna do plenário José Mariz defendendo a atividade. Segundo eles, a vaquejada não é uma prática de maus-tratos aos animais e sim um esporte, que faz parte da cultura do povo nordestino.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.