A invasão humana, a maior ameaça ao mundo animal na África

A invasão humana, a maior ameaça ao mundo animal na África

Fotógrafo inglês Nick Brandt sobrepõe imagens para construir cenários realistas —e perturbadores— que denunciam como o ser humano tem expulsado os bichos dos seus habitats naturais no continente africano. O resultado final das sobreposições de registros de animais-homens-meio são estas alegóricas cenas compostas que dão ênfase à desconexão do homem com seu meio e como a natureza continua sendo arrasada em nome do progresso.

1. Onde um dia eles vagaram livremente, nas terras desabitadas do Masai (Quênia), perto do parque nacional de Amboseli, animais selvagens lutam para se adaptar a um novo mundo. Eles são os novos excluídos da civilização, protagonistas do mais recente trabalho do fotógrafo, ‘This Empty World, que é exibido na Fahey Klein Gallery, de Los Angeles (EUA). – Foto: Nick Brandt

2. Para realizá-lo, diferentes cenários foram construídos parcialmente com elementos do ambiente humano. Levou semanas, até meses, até que os animais decidissem entrar nessas paisagens hostis. Uma vez que o animal foi fotografado, a câmera foi fixada e o estágio final foi construído. – Foto: Nick Brandt

3. O resultado final é essas imagens compostas alegóricas e perturbadoras que enfatizam a desconexão do homem com seu ambiente e como a natureza continua a ser arrasada em nome do progresso.- Foto: Nick Brandt

4. A isso se juntou um elenco de moradores locais, protagonistas do segundo registro, cujas comunidades pobres também sofrem o impacto da degradação do mundo natural. “Eles não são responsáveis”, diz o fotógrafo britânico.- Foto: Nick Brandt

5. Um rinoceronte fotografado no ambiente onde uma construção era feita. As imagens dos humanos, dos animais e da construção foram registradas no mesmo local, porém, em momentos diferentes, e depois sobrepostas para formar o cenário.- Foto: Nick Brandt

6. Uma gazela em um bosque de acácias. – Foto: Nick Brandt

7. Construção de uma ponte com escavadora e elefantes. – Foto: Nick Brandt

Por Gloria C. MacLenann

Fonte: El País

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.