Abandonado, cão espera na porta de casa há 15 dias por retorno dos tutores

Abandonado, cão espera na porta de casa há 15 dias por retorno dos tutores

Segundo vizinhos, família se mudou de bairro e não teria levado cachorro. ONG em Macapá se sensibilizou com caso e procura novo lar para o animal.

Por Jéssica Alves

Um cão mestiço da raça golden retrivier com vira lata foi resgatado na quinta-feira (6) após passar cerca de duas semanas na frente de uma residência no bairro Santa Rita, na Zona Sul de Macapá. Segundo a Organização Não Governamental (ONG) Anjos Protetores o animal teria sido abandonado pela família, que teria se mudado para outro bairro.

Segundo vizinhos, os tutores foram embora sem levar o cão. Dias depois, o animal foi visto vagando pela rua e, na maioria das vezes, parado olhando para a porta do antigo lar, que atualmente tem uma placa escrita “Aluga-se”.

O cão estaria fraco e debilitado, apesar de aparentemente ser tranquilo e dócil, informou Al Flexa, uma das voluntárias da ONG. Ela compartilhou a história do cachorro na rede social Facebook, onde iniciou uma campanha para encontrar um novo lar para ele.

AP macapa cao abandonado 1112“Ele fica na frente da casa na esperança dos donos voltarem para levá-lo para a nova casa. Mas os dias passam e nada de eles retornarem. Estamos à procura de donos que possam adotá-lo, que ele tenha um novo lar”, disse esperançosa.

Ela completa que após a repercussão, uma família ofereceu um lar temporariamente ao animal, até que alguém resolva fazer a adoção. Mas a busca por novos donos continua.
Segundo a estudante Gabrielle Nascimento, que ajudou no resgate do animal, ele está com um machucado na região da orelha.

“Apesar da condição, ele não apresentou nenhuma alteração no comportamento, é super dócil e estava à espera dos donos no antigo lar da família. Mas é importante que ele esteja sendo observado e cuidado para ser adotado”, disse.

De acordo com a ONG, o abandono de animais de estimação é crime previsto na Lei Federal 9.605/98.

AP macapa cao abandonado 1113

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.