Abandonado pela família por nove dias, cachorro morre de fome na Índia

Abandonado pela família por nove dias, cachorro morre de fome na Índia
Imagem representativa.

Uma família acorrentou seu cachorro de estimação lulu-da-Pomerânia na varanda e saiu de casa, condenando-o a uma morte agonizante.

Chocados, moradores de Moti Nagar acordaram para a notícia horrível de que uma família tinha deixado o cachorro para morrer. De acordo com os vizinhos, alguém veio ao flat e removeu a carcaça do cachorro.

Um cachorro da raça Lulu da Pomerânia estava acorrentado na varanda havia nove dias.

Autoridades devem ordenar uma busca e condenar as pessoas culpadas de crueldade animal. Campanhas de conscientização devem ser conduzidas envolvendo comunidades e vigilantes locais identificados, que poderiam reportar abuso de animais.

Mas a morte horripilante foi descoberta primeiro por ativistas dos direitos dos animais, que receberam uma denúncia de vizinhos a respeito de um cachorro caído em estado de inconsciência depois de não ser alimentado por seus proprietários por vários dias.

“De acordo com a evidência fotográfica, está claro que não havia ninguém na casa quando o cachorro morreu, enquanto ele estava acorrentado na varanda”, disse P. Teja, uma ativista dos direitos dos animais e membro da Human Society International (HSI) que visitou o local após receber a denúncia.

“Depois que alguns vizinhos telefonaram para a família informando que o cachorro deles não estava se movendo, eles primeiro responderam dizendo que o cachorro deveria estar dormindo e desligaram o telefone, mas deram um jeito de remover o corpo e limpar a varanda inteira na manhã seguinte”, disse Teja.

Alguns vizinhos, que ficavam no mesmo prédio, informaram que uma mulher e seu marido moravam em um flat e sempre maltratavam o cão e o mantinham acorrentado na varanda.

O assédio e os maus-tratos ao cachorro aconteciam, a despeito de um aviso por escrito que foi dado ao casal que ficavam no flat por membros do prédio.

“Nós demos a eles um aviso por escrito uma vez, dizendo que a varanda deveria ser limpa e o cachorro deveria receber comida apropriada, ou nós iríamos denunciar para a instituição de bem-estar animal Blue Cross, mas nada mudou”, disse um dos vizinhos.

Os vizinhos também estavam discutindo o problema no grupo de WhatsApp do prédio, mas foi muito tarde quando eles pediram ajuda.

Um dos vizinhos, Deepak, relatou para o grupo de WhatsApp “não apenas nos últimos nove dias, o cachorro tem sido mantido acorrentado na varanda que não é limpa por vários dias. Nós falamos com os moradores quase um mês atrás, mas nada mudou”.

A fotografia do cachorro que tem circulado na mídia social mostra o seu corpo sem vida deitado no chão da varanda.

“Este é um caso claro de maus-tratos a animal e crueldade. Nós estamos esperando pelos vizinhos que são as principais testemunhas para apresentar uma queixa à polícia”, disse Teja.

Por Moulika.KV / Tradução de Fátima Cristina de Góes Maciel

Fonte: Time of Índia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.