Abrigo para cães em PE sofre com dificuldade financeira

Abrigo para cães em PE sofre com dificuldade financeira

“Mesmo com dificuldade, eu me sinto feliz. Porque eu tenho a certeza de dizer que, depois de Deus, o amor mais sincero vem deles.” Esse foi o desabafo de Alberto Ribeiro Be­zerra, ao ser perguntado so­bre o que o motiva a cuidar dos mais de 100 cachorros que “moram” no seu abrigo.

O dinheiro para sustentar os “hóspedes” vem, em sua maioria, de doações. Simples, o senhor de 60 anos, carinho­samente chamado de “Seu Alberto”, afirma não ter condições financeiras de manter, sozinho, o espaço, localizado no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes. Só de ração, gasta-se mais de R$ 3 mil por mês.

Sensibilizada com a situação, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), com o apoio dos clubes pernambucanos, da Associação SOS Dentinho e do projeto Amiga Zetta, está arrecadando, até esta sexta-feira (6), rações de cães e gatos para abrigos da Capital. A sede da instituição fica na rua Dom Bosco, 871, no Bairro da Boa Vista, próximo à Rádio Patrulha.

Já no próximo domingo, os voluntários estarão na sede do Sport, na Ilha do Retiro, recebendo as doações a partir das 13h. Os abrigos podem se cadastrar pelo e-mail [email protected].

Fonte: Folha PE

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.