Abrigos que recebem animais no Rio Grande do Sul estão lotados

Abrigos que recebem animais no Rio Grande do Sul estão lotados

Os abrigos que estão recebendo animais no Rio Grande do Sul estão lotados.

VÍDEO: Abrigos que recebem animais no RS estão lotados

O galpão onde já funcionou um supermercado hoje abriga centenas de cães. O abrigo está aberto há três dias. Na terça-feira (14) estava até um pouco vazio, bem diferente da imagem desta quarta-feira (15). No espaço montado, as prateleiras viraram baias. No início, a estrutura comportava 150 cães; quase 600 estão lá – 148 chegaram só nesta quarta-feira (15). Todos resgatados de salvamentos pela cidade.

“E a prioridade para aquele que ainda está em cima do telhado, está na água, enfim, que está ilhado, que venha para cá para receber o acolhimento, a alimentação e o atendimento veterinário”, diz Andre Ellwanger, secretário de Proteção Animal de São Leopoldo.

Mas antes de chegarem em abrigos assim, os animais passam pelos chamados pontos de apoio, como um que fica na passarela sobre a rodovia BR-116, em São Leopoldo. Chegam por lá, por dia, 60 cães. A estrutura foi montada por voluntários. Os cãezinhos são secos, recebem comida, água e tratamento veterinário, caso seja necessário. Os voluntários explicam que os cães precisam ficar presos por causa do risco de estarem tão perto de uma rodovia. Mesmo à noite, tem sempre alguém cuidando deles.

“Muitos tem tutores, eles estão desesperados atrás. Mas outros não, e eu direciono eles para abrigos”, conta a voluntária Ariane Porto.

Ao ver imagens da situação dos cães durante os resgates, Letícia saiu do interior do estado ajudar.

“Nós estamos aqui para fazer além do que a gente consegue”, afirma ela.

A dona de casa Claudia Ribeiro foi conhecer o abrigo e, comovida, levou um cãozinho para casa.

“A gente que são dias difíceis, dias bem trabalhosos, dias de perdas, então o nosso papel aqui é amor”, diz.

Fonte: Jornal Nacional

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.