Ação busca aproximação entre população e animais em Juiz de Fora, MG

Dia do Carinho no Canil Municipal pretende beneficiar 450 animais. O evento será neste sábado (7), das 9h às 13h.

A fim de proporcionar um sábado diferente para os 450 animais abrigados no Canil Municipal da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), os protetores independentes de animais do município, as ONGs de proteção e o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) uniram-se para promover o Dia do Carinho no Canil Municipal. O evento será neste sábado (7), das 9h às 13h, no Canil Municipal, que fica na Rua Bartolomeu dos Santos, no Bairro Nova Benfica.

O diretor geral do Demlurb, Marlon Martins, afirmou que, após a reforma nos boxes de vivênvia, os cães estão mais confortáveis no canil, mas lembra que apenas essas mudanças não bastam para proporcionar uma vida saudável aos animais. Ele acredita que o afeto e a atenção são fundamentais. “A intenção do Dia do Carinho é criar uma oportunidade, abrir o canil para que a população possa brincar, cuidar, e, principalmente, através dos conceitos de tutela responsável, adotar um cachorro”, convida Marlon.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, a interação entre os protetores e os animais poderá ser feita através de carinhos, brincadeiras, passeios dentro do espaço do canil, fotos, e, quando necessário, voluntários poderão realizar banhos e tosas em animais com muitos pelos. Implementos como vitaminas e patês nutritivos também poderão ser doados e ministrados aos animais, mas sob supervisão dos médicos veterinários do Canil. Durante o evento, os cães serão apresentados à população em seus próprios grupos de vivência, afastados do espaço dos boxes, para evitar brigas entre os animais por atenção.

A Prefeitura informou que os protetores que comparecerem ao evento preencherão a Ficha de Voluntário, que registrará a presença e a participação no ato. Esse cadastro servirá como um canal de comunicação entre a sociedade, o Demlurb e a PJF pela causa animal, seja no trabalho de rotina ou na programação de futuras edições de ações de voluntariado e feiras de adoção.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.