Ação do programa Amigo Bicho quer diminuir maus-tratos a animais em Barretos, SP

Ação do programa Amigo Bicho quer diminuir maus-tratos a animais em Barretos, SP

Cães e gatos receberão microchip gratuito em clínicas veterinárias e na secretaria de Saúde.

SP Barretos microchip

A partir de agora, os proprietários de cães e gatos de Barretos poderão levar seus animais para a inserção de um microchip, gratuitamente. A ação faz parte do Programa Amigo Bicho, instituído pela lei municipal nº 5.000/2014, e o prefeito Guilherme Ávila explicou os benefícios da microchipagem.

“Vamos ter um controle de toda a população animal, saber se cães e gatos estão se reproduzindo, se os animais estão escapando dos seus donos e indo para as ruas, enfim, com a microchipagem esperamos diminuir muito os maus-tratos aos animais. Acredito que é uma ação que vai facilitar inclusive o controle de vacinas e vermífugos desses cães e gatos, a saúde pública ganha com isso e os animais também”, argumentou.

“É um projeto pioneiro e totalmente gratuito. Basta que os proprietários de cães e gatos se dirijam à clínica veterinária mais próxima, pois não haverá nenhum custo. Estamos distribuindo microchips e leitores para todas as clínicas de Barretos, para que o veterinário lance no sistema se esse animal está vacinado, se é castrado ou não, enfim, conterá todos os dados e o histórico desse animal para que ele tenha uma saúde melhor, afinal o número de animais hoje é muito grande, e existe uma pesquisa que aponta maior número de animais nas residências do que crianças. É uma ação que trará garanti de saúde pública para os proprietários e também uma questão de bons tratos para esses animais”, completou o prefeito.

O secretário de Saúde, Alex Franco, disse que a população poderá ter acesso ao microchip de três formas: nas clínicas veterinárias, no centro veterinário da secretaria de Saúde ou no Castramóvel.

“A secretaria possui 50% dos microchips necessário para a base populacional de animais em Barretos, o que corresponde a aproximadamente 10 mil microchips. Nesse momento, estamos fornecendo o material gratuitamente às clínicas veterinárias até dezembro, sendo 200 microchips por clínica. As demais aplicações podem ser feitas no centro veterinário da secretaria de Saúde e o maior volume deve ser feito no Castramóvel”, afirmou.

“Os animais que já estão agendados para a castração no bairro Derby Club já serão microchipados, depois faremos três mutirões nas áreas por onde o Castramóvel já passou, como os bairros Nova Barretos, Santa Cecília e Zequinha Amêndola, posteriormente os demais bairros da cidade, até atingir o máximo de população animal microchipada em Barretos. A secretaria vai divulgar em breve os dias em que acontecerão as microchipagens no centro veterinário e como as pessoas poderão de cadastrar. Será feita uma escala de atendimento”, acrescentou o secretário.

CAPACITAÇÃO

O diretor comercial da fabricante dos microchips, Carlos Gustavo de Camargo Ferraz Machado, realizou uma capacitação com os veterinários de Barretos e explicou como é feita a inserção dos microchips e o seu funcionamento. Participaram dessa capacitação 15 profissionais da cidade.

Fonte: O Diário 

Nota do Olhar Animal: Ótimo que haja política pública para o controle populacional de cães e gatos. Porém, a cidade de Barretos permanece associada à vergonhosa festa do peão, uma mácula que ação alguma pelos animais poderá apagar enquanto o evento existir. 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.