Acorrentado há meses, pit bull é resgatado e tutor responderá por maus-tratos

Acorrentado há meses, pit bull é resgatado e tutor responderá por maus-tratos

Idoso, de 68 anos, irá responder por maus-tratos a um cão da raça pit bull, encontrado acorrentado e abandonado em um posto desativado na região do Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, na manhã desta terça-feira (2). Segundo denuncia, o animal estaria no local há pelo menos um ano, sem alimentação correta ou mesmo visitas.

De acordo com o delegado Maércio Alves Barbosa, titular da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista), a informação de que o cão estaria abandonado no local chegou por meio de denuncias de vizinhos.

“A denúncia dizia que ele [o animal] ficava acorrentado o tempo todo, trancado nesse terreno, não recebendo alimentos de forma adequada, nem mesmo visita de alguém”, relata Maércio. Com isso, equipes estiveram no local e comprovaram o abandono. “Vizinhos vinham presenciando há muito tempo esta situação e hoje constatamos a veracidade”.

A autoridade lembrou ainda que o animal, por ser de uma raça de grande porte, deveria estar recebendo cuidados melhores. “É um cão que precisa de exercício, se movimentar, correr. Mas, a situação que se encontrava era de sofrimento”, destaca o delegado.

Mesmo que preso a uma corrente de aproximadamente 2 metros e embaixo de uma cobertura, a falta de proteção ao tempo frio também incomodava moradores próximos. “Ele ficava abaixo de uma cobertura, mas em local aberto. O cachorro ficava sujeito ao vento e frio e isso chamou atenção de vizinhos, que nos acionaram”, complementa Maércio.

Ainda segundo o delegado, o cão também não era alimentado de forma correta. “Vizinhos que davam restos de comida”, pontua.

Por todas as situações encontradas no local, o proprietário do animal foi identificado e intimado a comparecer à delegacia. Ele deve ser ouvido na manhã desta quarta-feira (3). O crime de maus-tratos a animais prevê de três meses a um ano de detenção.

 

Por Liniker Ribeiro

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.