Acorrentamento de animais passa a ser considerado maus-tratos em Santa Cruz do Sul, RS

Acorrentamento de animais passa a ser considerado maus-tratos em Santa Cruz do Sul, RS

Os vereadores de Santa Cruz do Sul aprovaram na noite dessa segunda-feira, 24, um projeto para que o acorrentamento de animais passe a ser considerado maus-tratos. Trata-se de uma alteração na lei de 2015, que instituiu a política de bem-estar animal no município. Tanto a lei quanto o projeto aprovado nessa segunda, que ainda precisa ser sancionado pela prefeita Helena Hermany (PP), são de autoria da vereadora Bruna Molz (Republicanos).

Se houver a sanção, será classificado como maus-tratos, com possibilidade de multa, manter um animal com restrição de locomoção por meio de corrente a um objeto fixo por períodos contínuos – exceto os casos de correntes com no mínimo 5 metros de comprimento em imóveis com pátio aberto. Conforme Bruna, situações de animais acorrentados têm sido cada vez mais frequentes.

Por Tássia Carvalho 

Fonte: GAZ

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.