Acusada de matar 37 animais em 2012 será julgada nesta segunda

Acusada de matar 37 animais em 2012 será julgada nesta segunda

SP sp dalva20150504115029RUIoRRGqgq

A dona de casa Dalva Lina da Silva, acusada de matar 37 animais, entre cães e gatos, será julgada por crimes contra a fauna nesta segunda-feira (4), segundo publicação no Diário Oficial. A audiência pública será realizada no Foro Central Criminal da Barra Funda (SP), às 16h30.

A mulher foi presa em flagrante em janeiro de 2012, após os corpos dos animais serem encontrados em sacos de lixo em frente a sua casa na Vila Mariana, zona sul de São Paulo.

Na época do crime, a casa onde Dalva vivia e mantinha os animais, foi pichada com palavras como “Assassina” e “Justiça”. Em agosto de 2013, a mulher recebeu uma multa no valor de R$ 19,5 mil pelos maus-tratos aos 37 animais. Uma audiência chegou a ser marcada para o caso, mas foi adiada.

Dalva recebia os animais de rua como doação de pessoas que pensavam que ela ajudaria a encontrar um novo lar. A atitude suspeita da mulher, que descartava muito lixo, chamou a atenção dos moradores da região. O caso chegou a ser investigado por um detetive particular, contratado por uma ONG após denúncia de vizinhos. Ele contou, na época, que presenciou ao menos 300 animais serem deixados na casa da mulher, mas afirmou não ter visto nenhum deles sair do local.

O laudo toxicológico mostrou que os animais foram mortos devido à alta dosagem de anestésicos, injetados diretamente no coração e nos pulmões. No decorrer do processo, a mulher chegou a afirmar que matava os animais para impedir que sofressem nas ruas.

Fonte: Rede TV

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.