Acusado de agredir cães pode cumprir pena em órgão de defesa de animais

Acusado de agredir cães pode cumprir pena em órgão de defesa de animais

Por Felipe de Oliveira

RJ rj 1tj8evmfj9 7iouinkx29 file

O Ministério Público do Rio de Janeiro confirmou nesta terça-feira (24) que Rafael Hermida, o empresário flagrado em vídeo agredindo os dois cães de sua ex-noiva, pode ser condenado a prestar serviços em um órgão voltado à defesa de animais. De acordo com o Ministério Público, o promotor Márcio Almeida está analisando o processo e pode sugerir que Hermida cumpra pena alternativa no Núcleo de Proteção de Animais da Delegacia do Meio Ambiente, durante o período de um ano.

Caso esta possibilidade seja levada adiante, ele poderia ser colocado para limpar latrinas do local. A punição também poderia ser cumprida em outro órgão, como o Batalhão de Ação com Cães ou no Regimento de Polícia Montada, da Polícia Militar.

Hermida foi denunciado após a produtora Ninna Mandin, 26, desconfiar de lesões que vinham aparecendo nos animais e instalar câmeras no apartamento onde mora. As imagens registraram o momento em que Rafael agrediu os cães. Depois de ver as agressões, ela procurou a polícia e registrou uma ocorrência por maus-tratos aos animais. Em redes sociais, Hermida se defendeu das acusações e chegou a afirmar que estava arrependido.

Fonte: Bem Paraná

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.