Acusado de envenenar animais, vereador de Iguaracy (PE) tenta culpar gestão municipal

Acusado de envenenar animais, vereador de Iguaracy (PE) tenta culpar gestão municipal

Um vereador de Iguaracy, no Sertão do Pajeú, tem dado o que falar nos últimos dias na cidade, ao confessar ser responsável pelo envenenamento de cães de rua. Ele, inclusive, utilizou um argumento, no mínimo, contraditório: de que a culpa é da gestão municipal, que não controla a quantidade de animais de rua.

De acordo com relatos, fotos e vídeos que circulam nas redes sociais de moradores do distrito de Jabitacá, o vereador Juciano Gomes (DEM) é acusado de colocar uma substância venenosa, conhecida popularmente como “chumbinho”, em petiscos para os animais que entram na propriedade onde ele é gerente, a fazenda Caiçara – cujo proprietário é o promotor do Ministério Público, Lúcio Luiz de Almeida Neto. Ainda de acordo com informações, o crime acontece há cerca de quatro meses.

Na tentativa de arranjar uma justificativa, o parlamentar acusou a imprensa e os opositores de “perseguição política”. Porém, depois afirmou que colocou veneno para alguns cães que adentravam a propriedade onde ele trabalha porque estavam matando caprinos.

Juciano afirmou que a “culpa” disso é do prefeito Zeinha, que não toma nenhuma atitude para conter a população de cachorros de rua. Talvez o que o nobre vereador não saiba é que envenenar animais é crime e dá cadeia (artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais N° 9.605/98).

Por Carlos Britto

Fonte: FolhaPE

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.