Adolescentes filmados jogando cordeiro nos degraus de uma popular torre no Reino Unido

Adolescentes filmados jogando cordeiro nos degraus de uma popular torre no Reino Unido
Um print do vídeo postado online mostra o cordeiro após ser jogado escada abaixo da St Michael's Hill Tower em Montacute, perto de Yeovil, no Reino Unido. - Crédito: Enviado

Dois adolescentes admitiram crueldade contra animais depois de se filmarem jogando um cordeiro por uma escada de pedra em um local de beleza popular em Somerset, no Reino Unido. Os meninos, que não podem ser identificados por motivos legais, receberam ordem de encaminhamento de nove meses após admitirem crueldade contra animais, de acordo com a RSPCA.

Clipes mostrando cordeiros sendo maltratados foram compartilhados nas redes sociais, o que levou a uma investigação e processo por parte da instituição de caridade de bem-estar animal. Um videoclipe mostra um cordeiro sendo jogado vários degraus da escada em espiral de 52 degraus dentro da Torre St Michael’s Hill, de 15 metros de altura, em Montacute, perto de Yeovil.

Um veterinário, que assistiu às imagens compartilhadas pelos meninos como parte da investigação da instituição de caridade de bem-estar animal, descreveu como o cordeiro teria sentido dor, medo e angústia. Numa declaração ao tribunal partilhada pela RSPCA, o veterinário acrescentou: “A julgar pela velocidade a que o cordeiro se movia, deve ter sido atirado com força considerável”.

O cordeiro foi impulsionado de cabeça para baixo e inicialmente pousou com as patas dianteiras esticadas para a frente, mostra a filmagem. Com o impulso, o cordeiro deu uma cambalhota em um arco e em seguida caiu de cabeça e rosto, com o ombro esquerdo colidindo com o próximo degrau.

Ele continuou a dar cambalhotas e em seguida pousou de barriga com as patas dianteiras em um degrau para cima e os membros traseiros no degrau seguinte para baixo. O impulso levou o cordeiro para trás, onde colidiu com as costas na parede.

Embora não se saiba o que aconteceu com o cordeiro após o término das filmagens, o veterinário disse que é possível que o incidente tenha deixado o cordeiro com fraturas nos membros, fratura na coluna, fraturas na cabeça e pescoço, concussão ou outra lesão cerebral, fratura facial, ruptura de órgão interno ou danos e hematomas ou danos musculares e cutâneos. Outro videoclipe mostrava um jovem jogando um cordeiro diferente por cima de um muro de pedra.

Juntamente com os videoclipes, os jovens admitiram outros incidentes envolvendo os cordeiros durante as entrevistas, disse a RSPCA. Isso supostamente incluia girar um cordeiro e deixá-lo cair de cabeça no chão, tropeçar nos cordeiros para fazê-los cair, jogar um cordeiro no ar e deixá-lo cair de bruços, chutar as pernas debaixo dos cordeiros e colocar um cordeiro dentro um guarda de árvore enquanto sua mãe angustiada gritava.

‘O propósito deles era entretenimento’

O veterinário acrescentou: “É minha opinião profissional que a dor, o sofrimento e os ferimentos nos cordeiros foram causados ​​deliberadamente. O sofrimento destes pobres animais era completamente desnecessário e, infelizmente, o propósito das ações destes jovens era o seu entretenimento.”

Um porta-voz da RSPCA disse: “Assim como nós, os animais sentem dor, angústia e medo. Todo animal merece bondade e respeito e uma vida livre de maus tratos.”

Uma ordem de encaminhamento é a pena comunitária mais frequentemente utilizada pelos tribunais quando se trata de jovens dos 10 aos 17 anos, especialmente para réus primários que se declaram culpados. As ordens de encaminhamento exigem que o infrator concorde com um contrato de elementos reabilitativos e restaurativos a ser concluído dentro da sentença.

Os dois meninos foram processados ​​​​de acordo com S4 (1) da Lei de Bem-Estar Animal de 2006 e S8 da Lei de Acessórios e Abetadores de 1861.

Por William Telford / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Yahoo News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.