Advogada pede a prefeito de Gravatá (PE) abrigo para gatos abandonados na estação

Advogada pede a prefeito de Gravatá (PE) abrigo para gatos abandonados na Estação do Artesão

O Pernambuco Notícias teve acesso ao pedido de PROVIDÊNCIA URGENTE enviado ao prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), solicitando a remoção de um grande número de gatos abandonados nas imediações da Estação do Artesão.

Segundo a advogada, Dra. Mônica Magali , durante ano o local abriga os animais de forma inadequada numa laje de construção inacabada. No local já foi construída uma barraca improvisada, que já teria sido queimada criminalmente.

Sem segurança, os gatos são atacados por cães de rua, ou morrem atropelados por carros. Ainda segundo a advogada denunciante, é sempre crescente o número de gatos no local: “O  número  de  animais  é  sempre  crescente  graças  à irresponsabilidade  dos infratores que simplesmente descartam os animais, como também pela falta de aplicação de políticas públicas de controle populacional de animais, o que leva à  população  que  não possui recursos econômicos  para  custear cirurgias  de esterilização a abandonar os animais”, diz o pedido.

Mas o pior vai acontecer. A dona da laje onde os animais se encontram, determinou a desocupação do local o mais rápido possível, e não permitirá mais a permanência dos animais no local. O local passou por limpeza ao redor, deixando ainda mais os animais expostos à intempéries do tempo e aos maus-tratos.

O município ainda não dispões de um abrigo para animais, e até agora nenhuma ONG ofereceu auxílio público para os gatos da estação. As poucas pessoas que protegem os animais estão com suas casas lotadas de animais, e sobrecarregados pela omissão e descaso.

“A  pandemia  só  veio  agravar  ainda  mais  a  situação,  se  antes  já  era  difícil conseguir ajuda para alimentar e cuidar de tantos animais abandonados, agora muito  mais,  e  ainda  para  agravar  mais  a  situação,  o  abandono  aumentou consideravelmente”, destaca a advogado no apelo feito ao prefeito.

O apelo feito ao prefeito, além de requerer a remoção dos animais par alugar seguro, ainda sugere que a gestão municipal promova campanha para adoção dos animais, e antes disto a esterilização deles.

Fonte: Pernambuco Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.