Agefis interdita casa no Jardim Botânico que funcionava como canil, em Brasília, DF

Agefis interdita casa no Jardim Botânico que funcionava como canil, em Brasília, DF

Após denúncias de maus-tratos, proprietária do espaço foi levada para prestar esclarecimentos na Delegacia de Meio Ambiente. Animais ficarão à disposição dos interessados em doá-los.

Por Diego Amorim

DF Brasilia agefis interdita canil

A Agefis (Agência de Fiscalização do Distrito Federal) interditou nesta segunda-feira (21) uma casa em obras no condomínio Solar de Brasília, no Jardim Botânico, que funcionava como canil. As denúncias indicam que pelo menos 80 animais sofriam maus-tratos pela proprietária do espaço, identificada como Edmê Maria de Oliveira.

O caso está sendo investigado pela Dema (Delegacia do Meio Ambiente). Após prestar depoimento e assinar um termo circunstanciado, a mulher poderá responder às acusações em liberdade.

Os animais serão levados ainda nesta segunda-feira à Dema, onde ficarão até que sejam entregues a cuidadores designados pela Justiça. A ideia é que os cães sejam doados.

De acordo com denúncias que chegaram à polícia por grupos protetores de animais, os cachorros ficavam presos em gaiolas apertadas, sem receber cuidados básicos. A veterinária Paula Galvão Teixeira, do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente), esteve no canil e classificou o que viu de “circo de horrores”.

Com a grande movimentação de agentes na residência, os latidos dos animais eram constantes nesta tarde. A proprietária usou um para-sol para tapar o rosto quando deixou a casa, no banco do passageiro de um Fiat Uno, em direção à Dema.

Fonte: Fato Online

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.