Ahimsa investe em fábrica própria de calçados e acessórios, produzidos sem insumo animal, e espera crescer 15% no setor

Para garantir o total controle de qualidade na fabricação dos calçados, a Ahimsa – www.useahimsa.com – investe na estruturação da própria fábrica em Franca, no interior paulista. A partir de agora a empresa consegue controlar todos os processos de criação dos produtos que comercializa em seu comércio eletrônico.

Ao todo, são dez linhas diferentes, incluindo sapatos e tênis masculinos e femininos, chinelos e carteiras. Todos sob o conceito Organic Shoes, ou seja, sem qualquer tipo de insumo animal na elaboração ou agressão ao meio-ambiente.

Estruturar a própria fábrica atende essa demanda. Anteriormente a companhia possuía uma indústria terceirizada para as manufaturas. Mas, com terceiros, a diretoria da Ahimsa não conseguia garantir a filosofia de não-agressão em todos os processos.

“Agora há um controle sob a produção que é feito da forma como acreditamos, em todos os níveis da produção. Temos horários diferenciados para os colaboradores e uma coleta de lixo diferente das outras indústrias, com uma total separação dos resíduos sólidos”, comenta Gabriel Silva, CEO da Ahimsa.

A decisão de migrar para a fábrica própria foi tomada em 2013 e em 2014 encontraram o espaço ideal, em Franca, interior de São Paulo, maior polo calçadista do país. A expectativa é crescer 15% neste ano, graças ao maior controle sobre a produção e estoque da matéria-prima.

Com a produção própria, a empresa consegue preparar mais lançamentos durante o ano e atender mais rapidamente qualquer demanda que possa surgir nos próximos meses.

“Temos controle de todo o processo: desde quando a matéria-prima entre na fábrica até quando o produto final é enviado para o cliente. Acreditamos que desta forma conseguiremos valorizar e crescer com a Ahimsa”, conclui Silva.

A filosofia da Ahimsa é inspirada no princípio ético-religioso adotado principalmente pelo jainismo e presente no hinduísmo e budismo. Consiste no respeito absoluto de toda a forma de vida e na prática da não-violência.

“Nossa proposta é ser transparente, acreditamos que as pessoas devem saber a origem do que estão utilizando. Nossa grande meta será despertar esta cultura no consumidor para não utilizar produtos com insumos animais”, completa Silva.

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.