Ameaçada de extinção, onça-preta é capturada pela 1ª vez em parque do PI

Ameaçada de extinção, onça-preta é capturada pela 1ª vez em parque do PI

Animal recebeu um colar GPS e passará a ser monitorado. Campanha visa diminuir os conflitos de predação dos animais domésticos.

PI saoraimundononato post-02-12b

Uma onça-preta (Panthera onca) foi capturada por pesquisadores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) no Parque Nacional Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí. O animal, que está ameaçado de extinção, foi o primeiro capturado na Caatinga, bioma protegido pela Unidade de Conservação (UC). Os pesquisadores também encontraram uma onça-pintada fêmea. Os dois animais receberam um colar GPS e passarão a ser monitorados.

De acordo com Fernando Tizianel, biólogo representante do ICMBio e chefe do parque, o monitoramento da espécie teve início ainda em 2012 quando a direção solicitou ao Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), estudos e trabalhos para diminuir os conflitos de predação dos animais domésticos. Mas só a partir do segundo semestre deste ano foi iniciada a campanha para colocar o GPS nas onças.

“Solicitamos esse apoio para estudos e trabalhos locais para entendimento do conflito predador (onça) e presas (gado bovino, caprino, ovino) das comunidades do entorno do Parque. Com o GPS-colar, é possível monitorar as áreas utilizadas pela onça, através de dados enviados por satélite”, explicou Fernando.

A onça-preta é da mesma espécie da onça-pintada e até então nunca tinha sido capturada na Caatinga. Extremamente ameaçada de extinção no Nordeste brasileiro, a espécie é considerada o maior felino das Américas e tem no Parque Nacional Serra da Capivara um dos seus últimos refúgios no bioma. A campanha de captura do felino no interior do Piauí também contou com o apoio de pesquisadores da associação Pró-Carnivoros, que trabalham na região do Boqueirão da Onça, na Bahia.

“Este primeiro animal capturado e com coleira será monitorado constantemente, e caso constatemos sua aproximação de roças e comunidades do entorno, poderemos emitir um aviso aos criadores para recolherem os animais de noite e usarem técnicas para evitar a aproximação das onças de currais e residências”, disse ainda Tizianel.

A intenção da campanha é contribuir para uma convivência harmoniosa do homem com esta espécie ameaçada de extinção, diminuindo os casos de retaliação.

O Parque Nacional da Serra da Capivara fica localizado no semiárido nordestino. Fronteira entre duas formações geológicas, com serras, vales e planície, a unidade abriga fauna e flora específicas da Caatinga. Pelo seu valor histórico e cultural, o Parque Nacional da Serra da Capivara foi declarado pela Organização das Nações Unidas pela Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em 1991, Patrimônio Cultural da Humanidade.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.