Anaconda resgatada de traficantes ganha liberdade

Anaconda resgatada de traficantes ganha liberdade

O réptil gigante foi resgatado do tráfico de animais no departamento de Caquetá, onde estava junto de quatro tartarugas negras e uma tartaruga charapa.

A anaconda (ou sucuri-verde), de 4,5 metros, é uma espécie semi-aquática emblemática da Amazônia, que pode medir até 12 metros de comprimento e pesar 200 quilos, conforme o Semana Sostenible.

Apesar do seu tamanho, a anaconda não ataca os humanos e não é venenosa. No entanto, costuma ser caçada e morta por ser considerada um perigo para os animais domésticos e crianças, enquanto exemplares recém-nascidos costumam ser traficados no mercado negro.

A anaconda foi resgatada por autoridades da Colômbia quando os traficantes a retiravam de seu habitat natural para comercializá-la no mercado negro.

Após o resgate, o réptil foi enviado à Universidade da Amazônia, em Caquetá, na Colômbia, onde recebeu os devidos cuidados médicos e foi alimentada.

Após a recuperação dos animais vítimas de comércio ilegal, eles são levados de volta ao habitat natural, onde são soltos para viverem tranquilamente, longe dos traficantes.

 

Fonte: Toda Palavra (Agência Sputnik)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.