SP Guararema andarilho suspeito esquartejar cachorro

Andarilho é detido suspeito de esquartejar cachorro em Guararema, SP

Corpo do animal e facão foram apreendidos após denúncia anônima. Homem foi liberado após registro de Termo Circunstanciado.

Por Jamile Santana

Um homem foi detido na manhã deste domingo (22) suspeito de matar cachorros com um facão. A Polícia Militar deteve o suspeito após uma denúncia anônima, em Guararema. No local da abordagem, uma estrada do bairro Morro do Zecão, a PM encontrou o corpo de um cachorro esquartejado e a faca possivelmente usada no crime.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 8h a equipe recebeu uma denúncia anônima informando que um homem armado com um facão estava matando cachorros na rua da cidade. No endereço informado, uma estrada de terra na área rural da cidade, a polícia encontrou um andarilho e fez a primeira abordagem. “A princípio, ele não tinha nada que o ligasse ao crime. No entanto, circulamos pela estrada e encontramos um cachorro esquartejado e um facão a 300 metros de onde ele havia sido abordado. Quando voltamos, ele tentou fugir”, explicou o policial militar cabo Wagner Fragoso.

No matagal a beira de estrada, os policiais encontraram um cachorro com orelhas, focinho, rabo, patas e barriga cortados e separados do corpo. Ao lado do corpo, estava o facão, que foi recolhido e entregue à Polícia Civil. “Demos voz de prisão para o suspeito, que resistiu a prisão e precisamos fazer o uso da força para contê-lo”, detalhou. Segundo a PM o homem confessou que havia matado o cachorro “a mando de uns caras”.

Ele foi levado para a delegacia. A ocorrência foi registrada como Termo Circunstanciado e Crime de Meio Ambiente por praticar ato de abuso a animai.  O homem foi liberado após o registro do termo.

O artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais, de 1998 prevê detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar” qualquer tipo de animal. Se houver morte, a pena aumenta até um terço.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.