Animação denuncia a realidade brutal dos leões criados para caça na África do Sul

Animação denuncia a realidade brutal dos leões criados para caça na África do Sul

“Nascido livre, tão livre quanto o vento soprando”. Assim começa a canção que acompanha a animação “The Bitter Bond”, lançada pela Born Free Foundation. O desenho começa como uma história amável, mas uma reviravolta terrível assusta o espectador para denunciar uma realidade cruel sobre a caça aos leões na África do Sul. “A maioria dos leões não nascem livres na África do Sul”, diz a legenda – e assim o desenho simpático se revela uma dura narrativa sobre uma grande traição: dos humanos aos leões.

O filme fala por si só, e ilustra de forma inclemente tal realidade. O objetivo da campanha é também levantar assinaturas para uma petição, a fim de impedir o tipo de caça revelada na animação – que infelizmente é recorrente no país e no continente africano.

Estima-se que anualmente 800 a 1000 leões sejam caçados e mortos somente na África do Sul através do que é conhecido como “Caça a Leões enlatados”, quando animais são criados para serem vendidos e mortos. 50% dos caçadores que pagam dezenas de milhares de dólares para cometer esse horrível ato vêm dos EUA. O nome do desenho não poderia ser mais apropriado – e terrível: “O vínculo amargo”, em português.

O filme foi produzido pelo ENGINE Creative em colaboração com a Zombie Studio, a Blinkink e em parceria com a Fundação Born Free, uma instituição de proteção aos animais. “Não é, para os filhotes, uma vida. Arrancado da mãe com poucos dias de nascido, criado em um dito ‘santuario’, usado para selfies com turistas seduzidos a pagarem por uma experiência única, e depois assassinados por ‘diversão’, como um troféu que marca suposta ‘bravura’ do caçador, em um triunfo delirante”, denuncia Virginia McKenna, co-fundadora da Born Free. “Esperamos que esse filme poderoso, que expõe todo o horror do que está acontecendo, possa inspirar pessoas do mundo todo a se juntarem à nossa missão, exigindo que o governo sul-africano encerre essa grande traição”.

Fotos: reprodução

Por Vitor Paiva

Fonte: Hypeness

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.