Animais em situação de maus-tratos são encontrados no interior de Bento Gonçalves, RS

Denúncias anônimas, informando sobre a ocorrência de maus tratos em animais no interior de Bento Gonçalves, mobilizou a Associação Riograndense de Proteção ao Meio Ambiente e aos Animais (Arpa) a se deslocar até um sítio na Linha São Pedro na tarde de terça-feira, 16.

A ação ocorreu por volta das 15h, quando o fiscal da Arpa, Jorge Acco, acompanhado da Polícia Civil, flagrou animais agonizando por falta de comida e condições sanitárias para a sua sobrevivência. De acordo com Acco, um bovino estaria há sete dias deitado, em razão da falta de alimentação. No local, a fiscalização encontrou duas carcaças de ovelha, que segundo Acco, teriam morrido por falta de alimentos.

O sítio onde foram contatadas as situações possui também uma esterqueira que acumula os dejetos de ovelhas e bovinos. De acordo com Acco, o material está escorrendo para um arroio que é afluente do rio Barracão, onde ocorre a captação de água de Bento Gonçalves.

Após o flagrante, foi realizado o registro de crime ambiental contra o tutor dos animais. Além de ser responsabilizado pela situação de maus tratos e poluição, o homem já possuía um registro de crime ambiental. De acordo com a fiscalização da Arpa, um laudo veterinário deverá ser apresentado por ele.

Fotos: Arpa / Divulgação

Fonte: Jornal Semanário

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.