Animais no ringue: tradição e a crueldade em todo o mundo

Animais no ringue: tradição e a crueldade em todo o mundo
Luta entre camelos.

Em um mundo que testemunhou avanços em ética e compaixão em relação aos animais, algumas práticas arcaicas persistem, suscitando preocupações e críticas contundentes. Aqui, exploramos uma série de atividades que envolvem animais sendo incitados a lutar uns contra os outros. Estas lutas, embora tenham raízes em tradições culturais ou entretenimento, são amplamente criticadas por seu impacto negativo nos animais envolvidos.

No ringue: as lutas entre animais ao redor do mundo

Luta de Touros (Bull Wrestling): Não deve ser confundida com touradas, o bull wrestling envolve confrontos não letais entre touros ou vacas e é praticado em diversos países como Bósnia, Croácia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Índia, Nepal, Quênia…

Luta de Camelos: A luta de camelos, conhecida como “deve güreşi,” é um esporte praticado principalmente na região do Egeu, na Turquia, mas também em outras partes do Oriente Médio e Sul da Ásia. Essa tradição, que remonta a mais de 1.000 anos, envolve camelos machos competindo em lutas motivadas pela presença de uma camela no cio. Durante os eventos, os camelos usam seus pescoços como alavancas para tentar derrubar o oponente. O vencedor é o camelo cujo adversário cair no chão ou foge da luta.

Rinha de Galos: Amplamente praticada no Brasil, nas Filipinas, Indonésia, Tailândia, Porto Rico e outros locais, as brigas de galos frequentemente terminam em morte ou ferimentos graves dessas aves.

Luta de Vacas: O Combate de Reines, ou luta de vacas suíças, é uma tradição realizada no cantão suíço de Valais, na qual vacas da raça Herens competem em empurrões para determinar a dominância do rebanho. Essa prática começou na década de 1920 e atraiu grandes multidões, com a vencedora sendo nomeada “La Reine des Reines” (a rainha das rainhas). As lutas ocorrem anualmente, com uma grande final no Aproz, envolvendo as seis melhores vacas de sete distritos em seis categorias de peso. A competição é uma expressão do comportamento natural das vacas, embora os chifres sejam desabilitados, tornando as lutas uma disputa de força e empurrões, com lutas que podem durar até 40 minutos.

Luta de Grilos: Tradição em locais como a China e alguns países do Oriente Médio, a luta de grilos é questionada devido ao estresse infligido a esses insetos sensíveis.

Briga (ou Rinha) de Cães: Embora ilegal em muitos países, incluindo Brasil, Estados Unidos e Reino Unido, ainda é praticada clandestinamente em algumas áreas. A luta de cães é um esporte sangrento que envolve cães de caça e de luta em combates físicos frequentemente brutais, muitas vezes até a morte, para o entretenimento de espectadores. As lutas geralmente terminam quando um cão é incapaz de continuar devido a ferimentos, morte ou se recusa a continuar.

Luta de Cavalos: Hestavíg era um esporte brutal na Era Viking, onde dois garanhões lutavam para selecionar os melhores reprodutores. Isso influenciava alianças políticas e sociais e poderia levar a confrontos. Às vezes, os islandeses exportavam garanhões para competições no continente. Essa prática é destaque no filme In the Shadow of the Raven.

Luta de Carneiros: A luta de carneiros é um esporte sangrento envolvendo dois carneiros, comum em áreas de criação de ovinos e caprinos na África, Ásia e Europa. Embora seja considerado um ato cruel contra animais, raramente resulta na morte do carneiro derrotado, pois o perdedor costuma ser autorizado a fugir da arena. Ganha popularidade na Nigéria, Uzbequistão e Indonésia.

Luta de Aranhas: Acontece em diferentes partes do mundo, incluindo Filipinas, Japão, Singapura e Malásia. Nas Filipinas e no Japão, a competição envolve fêmeas de diferentes espécies de aranhas tecelãs de teias que se enfrentam, muitas vezes resultando na morte de uma delas se o perdedor não fugir rapidamente ou receber ajuda humana. Em Singapura e na Malásia, os combates ocorrem entre machos de aranhas saltadoras, normalmente pelo domínio, e o perdedor geralmente foge, embora possa perder uma perna durante a luta. Assim como em brigas de galos, a luta de aranhas frequentemente envolve apostas e é realizada em eventos regulares.

Tōgyū: Também conhecido como “ushi-zumo” ou Bull sumo, é um esporte tradicional das Ilhas Ryukyu, Japão, realizado em regiões como Okinawa e outras partes do país. O Tōgyū envolve touros lutando entre si para ganhar terreno, terminando quando um deles se cansa e desiste. Os treinadores cuidam para evitar ferimentos, e a luta para imediatamente se um touro chifrar o outro.

Crueldade em nome de entretenimento

Em todos esses casos, tais atividades perpetuam a crueldade e o sofrimento animal, muitas vezes em nome de um vergonhoso entretenimento humano.

À medida que a conscientização sobre o bem-estar animal cresce globalmente, muitos esforços são feitos para proibir ou regulamentar essas práticas, com o objetivo de proteger os animais de tais tratamentos cruéis.

Animais no Ringue: Tradição e a Crueldade em Todo o Mundo

Por Daia Florios

Fonte: GreenMe