Animais são adotados em meio à pandemia, e voluntários comemoram canil vazio nos EUA

Animais são adotados em meio à pandemia, e voluntários comemoram canil vazio nos EUA
Companhia de animais tem ajudado durante a pandemia. Foto: Lillian SUWANRUMPHA / AFP

O isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus levou moradores dos Estados Unidos a buscarem a companhia de animais de estimação, e o interesse por adoções aumentou em algumas regiões.

Na Flórida, todos os animais de 1 dos 3 pavilhões de um abrigo conseguiram uma casa e, para comemorar, funcionários e voluntários publicaram um vídeo em rede social, na terça (14). Usando máscaras contra o avanço da Covid-19, eles aplaudem e mostram os compartimentos vazios.

Segundo a publicação, é a primeira vez na história do Friends of Palm Beach County Animal Care and Control que isso acontece. O texto diz que esvaziar o canil só foi possível devido ao esforço da equipe e da comunidade -para adotar ou oferecer lar temporário a esses animais. O local tem 48 gaiolas, com capacidade para dois animais cada uma.

Apesar da celebração, ainda há cães e gatos para serem adotados na unidade e outras ONGs continuam lotadas. Além disso, pedidos de resgates não param de chegar aos protetores.

Essa é também a preocupação de defensores da causa animal, segundo a imprensa estrangeira. Embora a procura por pets tenha aumentado na quarentena, há o temor de que abandonos cresçam devido à crise econômica gerada pela pandemia e por eventuais tutores contaminados, sem condições de cuidar do peludo.

Por Lívia Marra, da Folhapress

Fonte: Folha PE

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.