Animais são encontrados mortos em Uberaba (MG) com suspeita de envenenamento

Animais são encontrados mortos em Uberaba (MG) com suspeita de envenenamento

Denúncias de maus-tratos aos animais estão cada vez mais frequentes em Uberaba. Após a confirmação do envenenamento de cães em Peirópolis, novos casos foram denunciados, desta vez no perímetro urbano da cidade.

Na manhã desta quinta-feira, o #TBT foi diferente na redação do JM Online. Uma pessoa, que preferiu manter sua identidade oculta, informou que somente nesta semana, encontrou quatro animais mortos no centro de Uberaba. Dois gatos na Praça Rui Barbosa e um cachorro e um gato próximos à praça dos Correios. Segundo o denunciante, devido à frequência de animais mortos encontrados, há a suspeita de que eles possam estar sendo envenenados.

Segundo Janaina Coutinho, superintendente do bem-estar animal em Uberaba, foram encontrados, ao todo, sete animais mortos na região central nos últimos dias. Ela ressalta que qualquer iniciativa de controle populacional deve ser feita pelo órgão responsável. Quem for identificado realizando maus tratos ou se for comprovado que matou um animal, está sujeito a penalidades.

O que diz lei

O Decreto Federal 24.645/34 estabelece medidas de proteção aos animais. Uma delas é a lei estadual 22.231/2016, que considera como maus tratos o ato de provocar envenenamento em animal que resulte ou não em morte. A Lei 9.605/98, no artigo 32, prevê a pena detenção de 3 meses a 1 ano e multa. Envenenar um animal é crime. A população não deve intervir no manejo populacional animal com este método. Somente a administração municipal, o Centro de Controle de Zoonoses e a Secretaria de Bem-Estar Animal podem realizar as ações adequadas.

A secretaria faz um alerta para que as pessoas prestem atenção aos animais de rua e identifiquem se eles estão realmente dormindo ou podem estar mortos. No caso de mortes suspeitas, a investigação é feita pela Polícia do Meio Ambiente, que leva o animal para realização de um Laudo no Hospital Veterinário de Uberaba.

Proteção

Caso você tenha algum animal em casa, é preciso ter alguns cuidados para não colocar a vida do pet em risco. No caso, de suspeita de envenenamento, o indicado, segundo Cláudio Yudi, gerente clínico do HVU, é levar imediatamente o animal ao médico veterinário.

Sintomas de envenenamentos:
  • Convulsão
  • Tremores
  • Diarreia com ou sem sangue
  • Choque
  • Doma
  • Salivação excessiva
  • Respiração ofegante
  • Agressividade
  • Dor

Como socorrer:

  • Não oferecer nenhum medicamento ou alimento, como leite, café, borra de café, bebidas alcoólicas
  • Não provocar vômito;
  • Deixar em local escuro, calmo e sem barulho;
  • Encaminhar para Clínica ou Hospital Veterinário o mais breve possível, porque somente o Médico Veterinário consegue avaliar e fazer o mais adequado dependendo da quantidade ingerida, tamanho, peso e idade de animal
  • Se possível, levar o material ingerido
Tipos de envenenamento mais comuns no Hospital Veterinário:
  • Medicamentos de uso humano (ingestão acidental)
  • Medicamentos em superdosagem oferecido pelo tutor sem orientação ( mais comum)
  • Alimentos estragados,
  • Envenenamento por substâncias proibidas como o “chumbinho”, que é carbamato
  • Chocolate e cebola em cães e gatos

Por Jefferson Genari

Fonte: JM Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.