Animais são envenenados e mortos por homem em distrito de Limeira de Minas, em Lagoa Formosa, MG

Animais são envenenados e mortos por homem em distrito de Limeira de Minas, em Lagoa Formosa, MG

18 animais foram envenenados, dos quais 14 morreram após a ação de um homem no distrito de Limeira de Minas, em Lagoa Formosa, nesta última segunda-feira (30).

Segundo informações da Polícia Militar (PM), quatro vítimas tiveram os animais envenenados e mortos durante a ação motivada pelo fato de que alguns cães teriam atacado galinhas do suspeito.

Uma das vítimas relatou que havia sido informada pelo suspeito que ele envenenaria os animais que haviam entrado no quintal e matado diversas galinhas dele, mas ignorou o aviso.

No último sábado (28), ele viu o suspeito deixando uma sacola no cruzamento das ruas Aureliano Eloi e Araújo, mas não imaginou que poderia se tratar de veneno.

Mais tarde ele passou pelo local, e viu um cachorro morto ao lado da sacola deixada pelo suspeito, cujo interior havia carne.

Outras sacolas foram encontradas por todo o distrito. Ao voltar para casa, a vítima encontrou sete galinhas e um cachorro de sua propriedade mortos, além de outro cão aparentemente envenenado.

O canino apresentava vomito, incoordenação, prostração, falta de ar e salivação, e só não faleceu porque foi medicado.

Outra vitima relatou que um cachorro dela também foi envenenado pelo suspeito, porém sobreviveu por também ter sido tratado a tempo.

Uma terceira vitima também encontrou sacolas próximo a casa e propriedade rural e quatro cães e três gatos também foram envenenados, sendo que dois cães e três gatos morreram.

Por fim, a quarta vitima relatou que quatro cães de sua propriedade também foram envenenados após comerem a carne das sacolas e faleceram.

O suspeito negou o envenenamento, mas confessou após uma testemunha ter dito que presenciou ele espalhando sacolas de carne pelo distrito.

Ele disse que agiu motivado pelo fato dos animais terem matados as galinhas e corrido atrás do gado e que agiu por conta própria porque a prefeitura não recolhia os animais.

Um boletim de ocorrência foi lavrado em Lagoa Formosa e também foi encaminhado para Policia Militar de Meio Ambiente para providencias especificas.

O suspeito de envenenar os animais não chegou a ser preso, pelo fato de ter sido pego após 24 horas do tempo vigente para autuação em flagrante.

Por Caio Machado

Fonte: Patos Notícias 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.