Animais silvestres enviados via Correios são apreendidos

Animais silvestres enviados via Correios são apreendidos
Duas cobras-de-milho e um lagarto teiú foram apreendidas durante uma investigação de entrega de animais silvestres via Correios no Sul de Minas. Crédito: PCMG/Divulgação

Duas cobras-de-milho e um lagarto teiú foram apreendidas durante uma investigação de entrega de animais silvestres via Correios nessa quarta-feira (15/5), em Lavras, no sul de Minas.

A ação policial foi realizada pela equipe de apuração de crimes ambientais, vinculada à Delegacia Regional de Polícia Civil em Lavras, em colaboração ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema/PCMG), com sede na capital, que repassou as informações acerca das encomendas com destinatários no Sul de Minas. Os animais foram localizados em três endereços distintos.

Segundo a Polícia Civil, três homens, de 19 anos, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil, onde confessaram o crime. O trio foi autuado com base no artigo 31 da Lei de Crimes Ambientais – “Introduzir espécime animal no país, sem parecer técnico oficial favorável e licença expedida por autoridade competente” e, conforme previsão legal, assinaram termo de compromisso de comparecimento à Justiça.

Os animais apreendidos receberam a destinação devida. O estado de saúde dos animais não foi divulgado.

Por Bel Ferraz

Fonte: Estado de Minas

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.