Aniversariantes substituem presentes por doações para a causa animal em Ipatinga, MG

Aniversariantes substituem presentes por doações para a causa animal em Ipatinga, MG
Aniversariante pediu ração de presente, para ajudar a causa animal (Fotos: Poliana dos Santos/Arquivo Pessoal)

Imagine fazer aniversário e ao invés de receber, você escolher dar o presente? Foi isso que a estudante Maria Eduarda Araújom de Ipatinga (MG), decidiu quando completou os 15 anos. A data tão especial se tornou a oportunidade de fazer o bem em prol da causa animal.

A ideia da adolescente surgiu numa conversa com a mãe, quando comentou que acabaria ganhando muitos presentes, mas sentia que não precisava de nada. Por esse motivo, 170 pessoas receberam o convite para a festa, mas com um pedido de ração como presente de aniversário.

“Meus amigos acharam um pouco estranho a princípio, porque não tem muita gente que pede ração de presente. Só que todo mundo acabou abraçando a causa. Então fiquei muito feliz de poder ajudar a causa animal e dar alimento pra eles”, conta a adolescente.

Além de festejar com a família e amigos, Maria Eduarda conseguiu arrecadar 160 kg de ração, que foram doados para a ONG Meu Amigo Cão, cujo trabalho ela já conhecia por ter adotado dois gatos e um cão por meio da instituição.

Convidados abraçaram ideiam e debudante arrecadou muitos quilos de ração

Ação semelhante também foi feita pela professora Giovanna Miranda, que ao completar 40 anos também pediu aos convidados que contribuíssem com a causa animal. Dessa vez, o pedido feito no convite foi doação em dinheiro, e ela conseguiu levantar R$ 1.618 que foram doados para a mesma instituição.

E não foi apenas a ONG que foi beneficiada, pois os convidados que aderiram ao pedido também foram agraciados pela aniversariante com um mimo: um chaveiro em forma de osso para recordar a festa e a contribuição à causa animal.

“Quando eu vi a quantia arrecadada fiquei muito satisfeita. Superou as minhas expectativas. Pedi em dinheiro porque pensei que o destino desse valor seria de acordo com a necessidade da ONG. A minha parte eu fiz, porque desde que eu decidi fazer a festa pensei que algo teria que ser feito pela causa animal”, revela Giovanna.

Voluntária da ONG Meu Amigo Cão, Angélica Costa de Almeida é só elogios para estas ações. Segundo ela, a entidade atende diversos animais resgatados das ruas e precisa do apoio da população para dar continuidade ao trabalho.

“Nós temos a demanda de mais de 250 kg de ração por mês, no mínimo. E temos animais em lares temporários, em clínicas, e são muitos animais. Então queremos agradecer esse tipo de atitude que ao invés de ganhar o presente, presentou os animais”, conclui.

Por Zana Ferreira 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.