Antes de ir para a escola, menino ajuda cervo cego a procurar comida

Antes de ir para a escola, menino ajuda cervo cego a procurar comida

Certo dia, no caminho para a escola, um menino de 10 anos encontrou um cervo procurando por comida nos latões de lixo espalhados pela calçada.

Ao se aproximar, percebeu que o cervo não notou sua presença, apenas quando ele fez um barulho. Naquele momento, o garoto constatou que o bichinho era cego.

Angustiado com a situação do animal, que estava faminto, o garoto lhe deu comida e desejou boa sorte. Porém, para sua surpresa, no dia seguinte, o cervo estava lá novamente, procurando comida.

E assim, todos os dias, eles passaram a se encontrar na rua.

Essa história viralizou graças a um usuário da rede social Reddit, o internauta @Bluecollarclassicist.

Segundo ele, o cervo vivia em uma área florestal próxima ao bairro onde o garoto (cujo nome não foi identificado) mora, em Illinois (EUA).

O cotidiano de um animal cego é desafiador por si só, especialmente se ele vive próximo a áreas urbanas, onde estão sujeitos a atropelamentos e maus-tratos. Muitos animais com essa deficiência são incapazes de encontrar alimento e morrem de fome. 

Felizmente, esse não é o caso. Após conhecer o garotinho, o cervo ganhou um verdadeiro companheiro, que lhe ajudava a se alimentar, além de guiá-lo de uma calçada para outra.

Abrigo para o cervo

Uma ONG de bem-estar animal em Illinois se ofereceu para abrigar o cervo em um santuário da vida selvagem, onde ele viveria em segurança, longe dos riscos das ruas.

O menino acabou acatando a ideia após ser aconselhado pela mãe.

A ONG encaminhou um trailer para buscar o animal. No dia da despedida, metade da vizinhança, que a essa altura já sabia de toda a história, acompanhou o resgate ao lado do menino e sua mãe.

Fotos: Reprodução/I Love Animals

Esse menino é um lindo exemplo de compaixão e empatia, que não tratou com indiferença as necessidades de um animal precisando de ajuda. Mais um exemplo de como as crianças têm muito a ensinar para os adultos! 

Por Gabriel Pietro 

Fonte: Histórias com Valor via Razões para Acreditar 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.