Leon foi adotado pela OAB-AP em fevereiro de 2019 Foto: Instagram (@dr_leon_advogato) / Reprodução

Após adotar gatinho de rua, OAB-AP cria campanha para fazer doações a ONGs

O gatinho Leon foi apresentado como novo “funcionário” da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Amapá em fevereiro deste ano, após se abrigar na instituição por conta de uma forte chuva em Macapá. Desde então, além de se tornar uma celebridade com quase 100 mil seguidores nas redes sociais, o “advogato”, como é chamado, dá nome a um instituto criado pela OAB do estado, que tem o objetivo de dar apoio a ONGs que protegem animais.

A entidade informou nesta segunda-feira que foi realizada a primeira reunião do Instituto Leon. As doações podem ser feitas no site da “Vakinha”. O objetivo foi estipulado em R$ 50 mil até o dia 30 de outubro e, até o momento, foram arrecadados cerca de R$ 5,7 mil.

Gatinho Leon tem até crachá de 'funcionário' da OAB-AP Foto: Instagram (@dr_leon_advogato) / Reprodução
Gatinho Leon tem até crachá de ‘funcionário’ da OAB-AP Foto: Instagram (@dr_leon_advogato) / Reprodução

“Precisamos da ajuda de todos. Nossa vakinha ainda não alcançou o número de doações suficiente. Sem vocês a primeira aventura do Dr. Leon não será a mesma”, disse o presidente da OAB-AP, Auriney Brito.

Estiveram presentes na reunião os representantes das ONGs Gateiros Tucujús, Anjos protetores, Instituto Vira Latas e Amar.ap.ong.

Leon foi adotado pela OAB-AP em fevereiro de 2019 Foto: Instagram (@dr_leon_advogato) / Reprodução
Leon foi adotado pela OAB-AP em fevereiro de 2019 Foto: Instagram (@dr_leon_advogato) / Reprodução

“Inúmeras vezes não é possível acreditar onde pode chegar a maldade humana. Mas agora, com essa união vamos cobrar providências investigativas e punitivas dos órgãos competentes, além de políticas públicas e ações efetivas contra o abandono e maus-tratos”, disse um dos participantes, segundo um comunicado da OAB-AP.

Por Gisele Barros

Fonte: Extra

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.