Após campanha, gato que perdeu pata em acidente em MT passa por cirurgia

Após campanha, gato que perdeu pata em acidente em MT passa por cirurgia

Animal perdeu uma das patas após ser atropelado em bairro de Cuiabá. Jornalista resgatou animal e iniciou campanha na internet para pagar cirurgia.

Por André Souza

MT Cuiaba apos campanha gato perdeu pata passa cirurgia1Após campanha nas redes sociais, o gato que perdeu uma das patas traseiras ao ser atropelado em Cuiabá, passou por procedimentos cirúrgicos no sábado (9). O jornalista Marcio Camilo da Cruz, de 28 anos, resgatou o animal embaixo de uma árvore, já sem uma das patas.Após campanha nas redes sociais, o gato que perdeu uma das patas traseiras ao ser atropelado em Cuiabá, passou por procedimentos cirúrgicos no sábado (9). O jornalista Marcio Camilo da Cruz, de 28 anos, resgatou o animal embaixo de uma árvore, já sem uma das patas.

Segundo o veterinário que atendeu o gato, o animal já está estável e voltou a se alimentar sozinho. A estimativa é de que o gato tenha dois anos de idade.

A princípio seriam necessários R$ 3,8 mil para pagar a cirurgia. No entanto, com a ajuda de voluntátios, os procedimentos custaram R$ 2 mil.

O veterinário que atendeu o animal faz trabalho voluntário e conseguiu baratear a cirurgia. Ele atende ONG’s que não podem pagar pelos procedimentos. Segundo ele, a recomendação é de que os veterinários não façam os procedimentos com preços mais acessíveis e, por isso, pediu para não ser identificado.

Ainda de acordo com o veterinário, o animal consegue sobreviver bem sem uma das patas. O membro foi arrancado junto a pele e a musculatura.

O gato ainda não tem nome por enquanto. No entanto, uma enquete nas redes sociais deve definir o nome dele. Chico, Chê e Sortudo são os mais votados. O animal também ainda não foi adotado. O jornalista que resgatou o gato diz que, apesar de ter se apegado a ele, não pode adotá-lo. Segundo ele, três pessoas já se candidataram a adotar o gato.

MT Cuiaba apos campanha gato perdeu pata passa cirurgia2

Resgate

Marcio resgatou o gato na sexta-feirra (8) e o levou para receber atendimento em uma clínica veterinária. Segundo ele, quando encontrou o animal chegou a pensar que ele estivesse morto. O animal já estava sem uma das patas traseiras e alguns músculos expostos. Ao se aproximar, percebeu que o gato ainda se mexia e o resgatou.

“Não pensei duas vezes e fui até minha casa e peguei uma toalha. Enrolei o gato e levei a uma clínica veterinária”, contou. A suspeita é de que o gato tenha sido atropelado há cerca de três dias.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.