Após denúncia, Polícia Ambiental multa mulher em R$ 21 mil por maus-tratos a cães em Alfredo Marcondes, SP

Após denúncia, Polícia Ambiental multa mulher em R$ 21 mil por maus-tratos a cães em Alfredo Marcondes, SP
Foram encontrados sete cachorros com sinais de maus-tratos — Foto: Polícia Militar Ambiental

A Polícia Militar Ambiental, após denúncia, multou uma mulher em R$ 21 mil por maus-tratos de animais domésticos, em Alfredo Marcondes (SP). Sete cães foram resgatados e passarão por exames. O flagrante ocorreu nesta quinta-feira (20).

A equipe policial foi até o local indicado pela denúncia, a qual afirmava que animais eram maltratados. Lá, os policiais notaram que o lugar apresentava sinais de abandono, como lixo no quintal da frente e na lateral da casa. Foi tentado contato com moradores, porém, ninguém estava no local.

Em seguida, os policiais foram informados sobre a localização da proprietária do imóvel e dirigiram-se até ela.

A mulher, segundo a polícia, relatou que possui sete cachorros de raças indefinidas e que tentava fazer a doação dos animais, pois não tinha condições financeiras para cuidar de todos.

Ela ainda contou à polícia que a Vigilância Sanitária já compareceu ao local para tratar dos problemas de mau cheiro e ambiente insalubre.

A equipe retornou à casa com a proprietária, que autorizou a entrada dos policiais no quintal, onde constataram a existência de sete cães, que apresentavam sinais de magreza, lesões e secreções nos olhos.

Os animais, de acordo com a polícia, ainda tinham sinais de faltas de higiene, alimentação e água. Havia fezes por todo o quintal.

A polícia acionou o veterinário da Casa da Agricultura de Alfredo Marcondes, que constatou a situação de maus-tratos.

Diante da comprovação, a polícia confeccionou auto de infração ambiental no valor de R$ 21 mil à mulher pela prática de maus-tratos a animais domésticos.

O veterinário realizará exames de sangue nos animais para identificar se estão contaminados com leishmaniose e cinomose. Assim que os resultados forem divulgados, os cachorros serão encaminhados para um abrigo em Martinópolis (SP).

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.