Após denúncias, equipes de Guarujá (SP) resgatam cadela vítima de maus-tratos

Após denúncias, equipes de Guarujá (SP) resgatam cadela vítima de maus-tratos
Divulgação/PMG

Após denúncias de maus-tratos, equipes da Força-tarefa Animal (Polícia Ambiental, Guarda Civil Municipal e Diretoria de Bem-estar Animal) se mobilizaram para resgatar uma cadela da raça pit bull, na quarta-feira (24), em Guarujá. Ao chegar no local, situado no Cantagalo, o animal foi encontrado amarrado em meio ao lixo, sem comida e sem água.

O tutor não estava presente e o caso foi encaminhado para a Delegacia Sede de Guarujá. Maus-tratos contra cães e gatos é crime, conforme a Lei 14.064/20, conhecida como Lei Sansão, e pode resultar em punição com dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda de animais.

Neste momento, a cadela está sob responsabilidade do Canil Municipal, onde passa por tratamento e, após alta médica, será liberada para adoção responsável.  Segundo a Coordenadora de Bem-estar Animal, Vivi Vargas, a próxima guarda será monitorada e todos os candidatos deverão passar por uma entrevista prévia.

Denúncias

Para denunciar alguma situação deste tipo, o munícipe deve se dirigir até o Canil Municipal (Avenida Maria Lídia Rêgo Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha), de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas ou das 13 às 17 horas. Outra opção é ligar para a Polícia Militar Ambiental pelo telefone (13) 3348-4750. O sigilo ao denunciante é garantido.

Fonte: Jornal da Orla

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.