Aprovado em primeiro turno anteprojeto que proíbe animais em circo no Panamá

Aprovado em primeiro turno anteprojeto que proíbe animais em circo no Panamá

Por Mirta Rodríguez P. / Tradução de Nelson Paim

Em 2014 o Panamá emitiu a resolução 0149 que proíbe o uso de animais em circos se procura por lei o uso e ingresso de animais em circos para evitar o maltrato animal.

O anteprojeto de lei de número 263 que proíbe o ingresso e uso de animais silvestres nativos e exóticos em circos da república de panamá foi aprovado em 27 de setembro de 2016, no seu primeiro debate.

“É um projeto muito interessante. Para os panamenhos em geral, não há muita afinidade com estes tipos de espetáculos nos quais, às vezes, parece que os animais são maltratados”, expressou o deputado Luis Barría, impulsionador do anteprojeto de lei.

Em 214, o Panamá emitiu a resolução 0149, que proíbe o uso de animais em circos, mas para o deputado “aprova-lo como lei da república como lei da república lhe dará força”.

Barria explicou que no anteprojeto de lei constam oito artigos, todos visando acabar com o ingresso e uso de animais em circos e que os maltratem.

Fonte: La Estrella

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.