Aquário da Geórgia (EUA) diz que não irá mais capturar baleias beluga da natureza

Aquário da Geórgia (EUA) diz que não irá mais capturar baleias beluga da natureza

Por Aiyana Cristal / Tradução de Alice Wehrle Gomide

WTOC-TV: Savannah, Beaufort, SC, News, Weather & Sports

O Aquário da Geórgia, nos EUA, decidiu que não irá mais capturar golfinhos ou baleias beluga da natureza, exceto em situações de resgate.

A decisão foi tomada depois que duas baleias beluga morreram nas instalações no ano passado.

É uma dramática virada de acontecimentos após uma longa batalha judicial pelo aquário para trazer 18 baleias da Rússia para os EUA. O representante do aquário, Scott Higley, testemunhou em 2015 dizendo que “as baleias beluga estão em perigo. Elas estão listadas como próximas da ameaça de extinção. Algumas populações estão criticamente comprometidas. Nossos cientistas estão tentando descobrir por que isso está acontecendo”.

A decisão também veio à tona com um documentário há alguns dias, mostrando o cativeiro de baleias beluga na Rússia.

Trailer do documentário no YouTube

Nova filosofia

Os funcionários do Aquário da Geórgia dizem que qualquer baleia beluga trazida à instalação ou terá nascido sob o cuidado humano, estão como empréstimo para reprodução, ou são animais que outra instalação não quer mais manter.

Três belugas adultas e dois filhotes já morreram no aquário desde que ele abriu há cerca de 11 anos.

Martha Brock faz parte do grupo Direitos e Proteção Animal da Geórgia. Ela disse que o aquário coloca os mamíferos marinhos em risco para o entretenimento dos humanos.

“Cativeiro é um negócio mórbido”, diz Brock. “Golfinhos e baleias não vivem bem em cativeiro. Eles não vivem muito em cativeiro”.

O grupo People for the Ethical Treatment of Animals, conhecido como PETA,  também criticou o programa de cativeiro de baleias beluga do Aquário de Geórgia.

“Assim como muitos mamíferos marinhos, as baleias beluga se comunicam por sonar e frequentemente ficam loucas pelas reverberações que voltam das paredes de seus tanques”, disse a porta-voz da PETA, Ashley Byrne, em 2015.

Defensores dos direitos dos animais se juntaram do lado de fora do aquário no passado pelas campanhas Empty the Tanks (Esvaziem os Tanques), esperando chamar a atenção para os patrocinadores do aquário com uma mensagem de que animais marinhos pertencem ao oceano.

EUA Georgia aquario baleias natureza

O SeaWorld fecha exibição

Em março deste ano, o popular parque temático SeaWorld anunciou que irá acabar progressivamente o uso de baleias orcas em todas as suas exibições.

O Aquário da Geórgia tem certeza que eles estão fazendo o que é certo e dentro da lei, então, mesmo se eles tiverem algumas exibições com belugas, as pessoas que virem ao aquário de todo o mundo não terão mais essa experiência.

Fonte: WTOC

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.