Araras livres visitam aves no Centro de Reabilitação de Animais em Araras, SP — Foto: Reprodução/EPTV

Araras livres visitam aves no Centro de Reabilitação em Araras, SP

Desde o início de setembro, pássaros do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) do município de Araras (SP) estão recebendo a visita constante de araras que estão soltas na natureza.

VÍDEO: Aves soltas visitam pássaros em cativeiro em Araras, SP

Todos os dias, elas chegam voando e ficam do lado de fora do viveiro onde estão outras araras que ainda estão em processo de reabilitação.

“Elas nunca foram alimentadas, se elas vem é porque querem bater um papo, conversar com as suas colegas, ver o que elas têm aqui, reconhecer o local”, brincou a bióloga Fabiana Hencklein.

O fato é inédito nos quatro anos de atuação do centro que recebe e recupera animais apreendidos em criação clandestina, tráfico ou por maus tratos e, depois, os devolve para natureza, quando é possível.

Socialização

Biólogos descobriram que as araras visitantes já passaram por outro CRAS — Foto: Reprodução/EPTV
Biólogos descobriram que as araras visitantes já passaram por outro CRAS — Foto: Reprodução/EPTV

A vinda das aves tem despertado a curiosidade dos biólogos, que descobriram que as araras visitantes já passaram por outro CRAS. A descoberta foi da bióloga Giuliana Garcia que conseguiu fotografar a numeração das anilhas delas.

Segundo o histórico das aves, elas foram recuperadas em São Paulo e soltas em uma fazenda no município de Araras, mas bem longe do centro de reabilitação.

“Elas conseguem voar em média 25 quilômetros por dia, então a distância não é tão longe para elas”, disse.

Araras livres visitam aves no Centro de Reabilitação de Animais em Araras, SP — Foto: Reprodução/EPTV
Araras livres visitam aves no Centro de Reabilitação de Animais em Araras, SP — Foto: Reprodução/EPTV

O comportamento das araras tem sido observado também pela veterinária Fernanda Magajevski, inclusive alguns momentos em que as aves locais parecem estranhar as visitantes.

“Elas são animais que gostam de viver em grupo, mas cada um tem o seu, então quando aparece um novo grupo causa um pouco de estranhamento, um pouco de estresse, mas isso é bom, positivo porque na natureza elas vão ter que conviver”, explica.

Para Fabiana, essa socialização é um sinal positivo. “A gente espera que esses animais que são reabilitados aqui quando retornarem para a natureza reencontrarem seu próprio bando e até façam seu próprio bando com as outras aves daqui.”

CRAS recebe e recupera animais apreendidos em criação clandestina, tráfico ou por maus-tratos — Foto: Reprodução/EPTV
CRAS recebe e recupera animais apreendidos em criação clandestina, tráfico ou por maus-tratos — Foto: Reprodução/EPTV

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.