Argentina: Diretor do zoológico de Córdoba é responsabilizado por maus-tratos contra animais

Argentina: Diretor do zoológico de Córdoba é responsabilizado por maus-tratos contra animais

O fiscal Carlos Matheu responsabilizou o diretor do zoológico da cidade de Córdoba, Daniel Villarreal, por pressuposto maus-tratos contra animais do zoológico devido ao encarceramento de animais em espaços reduzidos e submissão a condições de estresse.

Assim, o fiscal intimou o governo provincial e a empresa Consultora e Insumos Agropecuários, que possui a concessão do estabelecimento, para solucionar a situação e deu curso a investigação, impulsionada a partir de uma denúncia do advogado Cristian Casas Cassataro e do biólogo Raúl Márquez, os quais alertaram que ao estarem enjaulados em espaços muito reduzidos, os animais sofrem estresse, frustração e comprometimento do sistema imunológico.

Foi advertido sobre a situação de um urso filhote, um tigre, dois pumas, um gato montês, duas raposas, uma capivara, um lagarto teiú-branco, um jaguarundi, dois mayuatos, um gato selvagem e um ganso.

Além disso, foi feita uma perícia no zoológico que revelou que, por questões econômicas, alguns animais acabam até oito meses encarcerados em celas individuais reduzidas e não são exibidos ao público, confinados no hospital do zoológico apesar de não possuírem enfermidade alguma.

Por este motivo, Matheu solicitou que estes animais sejam trasladados de maneira urgente.

Tradução de Nelson Paim

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.