MS CampoGrande arma gata rapaz atirador H

Arma usada para matar gata Vivi em Campo Grande (MS) é de rapaz que estava com atirador

Animal foi morto no bairro Monte Carlo, em Campo Grande. Estudante de medicina confessou tiro no felino.

MS CampoGrande arma gata rapaz atirador

A arma usada para matar com um tiro a gata, Vivi, no bairro no Monte Carlo, em Campo Grande, na madrugada do último dia 22, pertence a um dos outros dois ocupantes que estavam no carro com o atirador, segundo informações da delegada Ana Cláudia Medina ao G1, na manhã desta quarta-feira (27).  

Conforme a delegada, que está responsável pela Delegacia Especializada de Proteção aos Animais e Atendimento ao Turista (Decat), até a publicação desta reportagem, o dono da arma e o outro ocupante do veículo não tinham se apresentado.

Atirador

O tiro que matou a gata foi disparado por um estudante de medicina de 24 anos. O universitário se apresentou à polícia na segunda-feira (25) e confessou o crime. 

“O jovem alega que foi uma brincadeira e que inclusive já tinha atirado em outras gatas durante aquela percurso, mas só aquela ele acertou”, declarou a delegada sobre o depoimento do estudante de uma universidade pública de Campo Grande.

A delegada informou ainda que o estudante contou que pediu para o motorista parar  “e assim ele poderia mirar melhor no animal”. O estudante se apresentou acompanhado de um advogado e foi indiciado por maus-tratos contra animais, agravado pela morte. A pena é de três meses a um ano de detenção e multa.

Ainda conforme Medina, a ideia de atirar no animal partiu do estudante de medicina Antes, ele disse que atirava apenas em latas. A espingarda seria de pressão e a bala ficou alojada na coluna do animal.

A gata foi levada para uma clínica, onde precisou passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de sábado (23).

Vídeo gravado por uma câmera de segurança de uma residência mostra o momento em que um carro para no meio da rua e um tiro é disparado.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.