Portugal homem afogado507682 H

Arrastado pelas águas ao tentar salvar animais em Portugal

Bartolomeu não se intimidou com o mau tempo.

Por Francisco Manuel

Portugal homem afogado507682

As duas éguas de um amigo estavam presas num anexo em madeira nos campos do Esteiro de Canelas, Estarreja. Bartolomeu Resende, de 40 anos, desceu a ponte e entrou no caminho de terra submerso pelas águas do rio Vouga e da ria de Aveiro. Na manhã de segunda-feira, Bartolomeu estava acompanhado por um amigo que não arriscou enfrentar as fortes correntes da enxurrada. Foi a última vez que o homem, residente no lugar de Roxico, na freguesia de Canelas, foi visto. Apenas na quarta-feira a família foi alertada e de imediato comunicou o desaparecimento à GNR.

“Ele por vezes não dormia em casa, por isso não estranhámos a sua ausência”, explicou ao CM Maria da Conceição, irmã de Bartolomeu. “Apesar de tudo, ainda temos esperança e tudo o que queremos é encontrá-lo, morto ou vivo”, acrescentou Sónia, outra das irmãs. Ontem à tarde, os bombeiros de Estarreja e Albergaria-a-Velha e a Polícia Marítima estiveram no local a fazer buscas. Enquanto uma embarcação navegou nas águas de um dos braços da ria de Aveiro, uma equipa especializada dos bombeiros fazia buscas nos campos agrícolas alagados pelas águas.

As equipas de socorro e as autoridades suspeitam que o corpo possa estar preso numa das inúmeras vedações em arame farpado que delimitam as propriedades naquela zona.

No entanto, apenas quando o nível das águas baixar é que essa hipótese poderá ser confirmada ou descartada. Ontem, pelas 16h45, as buscas foram interrompidas. Esta sexta-feira, as equipas de socorro deverão voltar ao local para prosseguir com as operações.

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]} 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.