Assassinato brutal de cachorra prenhe na Índia gera o movimento ‘Justiça pela April’ em Odisha

Assassinato brutal de cachorra prenhe na Índia gera o movimento ‘Justiça pela April’ em Odisha

“Você faria com qualquer outra mulher o que fez com ela?”. Estas palavras de revolta ainda estão acessas dentro das pessoas de Odisha, que agora vêm expressar solidariedade com a cachorra prenhe que foi brutalmente assassinada por uma mulher e seu vizinho em Bhubaneswar, na Índia, no mês passado.

Desde sociedades civis até a indústria cinematográfica Ollywood, todo mundo parece ter se abalado pelo incidente que levantou várias questões sobre a implantação e proteção dos direitos dos animais para acabar com a crueldade animal.

Uma marcha de protesto foi organizada recentemente por alguns ativistas dos direitos dos animais em Bhubaneswar para exigir justiça pela cachorra de rua, que recebeu o nome de April e foi agredida com brutalidade até a morte em abril.

As atrizes Anubhza e Puspa Panda, entre outros, condenaram a morte da cachorra prenhe na cidade. A atriz Elina Samantaray também protestou o incidente e disse, “Por ser uma mulher, como ela pôde agredir uma cachorra prenhe até a morte? Apesar dos membros da organização Animal Welfare Trust Ekamra terem resgatado April, ela não pôde ser salva. Seus filhotinhos prematuros também morreram”.

Elina também questionou que, se há direitos, por que os animais ainda sofrem o flagelo da desumanidade? “O governo de Odisha tem tomado muitas medidas de bem-estar para proteger os animais durante a crise do COVID-19. Eu peço que o governo estadual e outros governos, garantam que tal crueldade contra animais não ocorra mais”, ela acrescentou.

#justiceforapril

#justiceforapril We stand for April!Animal Welfare Trust Ekamra-AWTE-Odisha Thank you🙏🏻🙏🏻

Julkaissut Ray Elina Samantaray Sunnuntaina 3. toukokuuta 2020

Segundo os membros do Animal Welfare Trust Ekamra, o incidente foi reportado em Samantarapur, Bhubaneswar. A cachorra prenhe agredida sem misericórdia nenhuma por uma mulher estava em uma condição miserável e mal podia se mexer quando foi resgatada e levada às pressas ao hospital. Apesar de todos os esforços, ela não pôde ser salva e seus dois filhotes prematuros que nasceram depois de uma cesárea também morreram um tempo depois.

Não é a primeira vez que Bhubaneswar testemunhou tais atrocidades contra animais. Kusal Biswas, presidente da organização Speak For Animals, fez uma denúncia na delegacia de Chandrasekharpur para pedir ação contra Suresh Digal por alegadamente ter agredido um cão até a morte.

Em sua denúncia, Biswas declarou que sua equipe ia alimentar animais quando encontrou um cachorro morto deitado ao lado oposto do caixa eletrônico do Federal Bank na Rodovia Infocity. Suas patas estavam amarradas, olhos com prolapso, crânio e maxilares estavam quebrados enquanto a boca e as orelhas derramavam sangue. 

Mais tarde, um subinspetor interrogou duas pessoas que dormiam fora de um restaurante, e uma delas admitiu ter atacado o cachorro com pedaços de madeira e tijolos. O relatório alega que o acusado foi preso e depois apresentado perante a corte.

Em novembro do ano passado, um motorista de táxi também foi preso por alegadamente ter matado quatro cachorrinhos ao passar por cima deles com o carro na área de Sailashree Vihar em Bhubaneswar.

Por Vikash Sharma / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Odishatv

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.