Assembleia Legislativa aprova projeto que cria hospital veterinário em Mato Grosso

Projeto de Lei da deputada estadual Janaina Riva (PMDB)  que cria Hospitais Veterinários Públicos em cidades de Mato Grosso com população acima de 30 mil habitantes foi aprovado em primeira votação, durante sessão plenária desta quarta-feira (31.08).

De acordo com a deputada estadual Janaina Riva (PMDB), que fez a defesa do projeto na tribuna, essa é uma demanda antiga da população mais carente e também das instituições não governamentais que trabalham com o cuidado e resgate de animais de rua.

“Essas Ongs, fazem a vez do poder público e seus gastos principais são justamente com a reabilitação e trato desses animais resgatados. A gente sabe o momento de dificuldade que o estado passa, mas é necessário a aprovação da Lei para que tão logo o orçamento se normalize, ela seja regulamentada e esses hospitais sejam criados”, defendeu.

Janaina aproveitou a defesa para lembrar a todos do bazar beneficente idealizado por ela para arrecadar justamente dinheiro e ajudar 6 instituições que trabalham pela causa animal em Cuiabá. “Quero que todos compareçam nesta quinta-feira no saguão do teatro da Assembleia Legislativa, das 11h às 20h para prestigiar o nosso bazar e nos ajudar a auxiliar esse pessoal que faz tanto pelos nossos melhores amigos”, disse.

As instituições beneficiadas serão a OPAMT, OPAA, AVA, APAM, Anjos Peludos, e a Cãocuidado Cãoamor. No bazar será possível encontrar camisas, calças, saias e blusas Daslu, Mixed, Animale, Farm, Diesel, vestidos infantis de diversas marcas e até Polo Ralph Lauren. Os sapatos também estão um show a parte e vão desde botas, scarpins, passando pelos plataformas de diversas marcas como Shutz, Santa Lola, Prada, entre outras. Os vestidos de festa serão sem dúvidas uma atração à parte. “Vale a pena conferir. A ideia é vender tudo a preços populares para que todo mundo possa levar se não uma, mas várias peças e ajudar as ONGs de Proteção Animal em Cuiabá”, avisa.

A deputada conta que, apesar de ser uma causa considerada ‘impopular’ por muitos políticos e por pessoas que não entendem que um trabalho não exclui o outro, não abre mão de continuar legislando em prol do meio ambiente e dos animais, porque acredita que uma ação não exclua a outra. Segundo ela, há uma corrente do contra nas redes sociais, do quanto pior melhor e de que ‘bicho não é prioridade’.

“Eu não me importo com o que as pessoas dizem por que sempre acreditei que devemos ser a transformação que queremos ver no mundo. A cada 30 projetos de lei que apresento sobre educação, segurança pública, saúde, combate à corrupção ou infraestrutura, apresento um sobre os animais, mas funciona assim: é só apresentar algo em prol dos animais como os projetos do Hospital Veterinário Público e da Delegacia Virtual de Proteção aos Animais, tem sempre comentários assim: Ah, mas não tem saúde nem pra gente e você está pleiteando saúde pra bicho? Deveria se preocupar com os seres humanos deputada. Ou se não tem segurança nem pra gente, você está preocupada com bicho? Existe uma frase que eu gosto muito que é a seguinte: A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de caráter. Quem é cruel com os animais, não pode ser um bom homem”, finalizou.

No bazar as pessoas poderão comprar em dinheiro, débito ou crédito sem parcelamento.

Fonte: Folha Max

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.