Assembleia Legislativa aprovam projeto de lei que proíbe criação de animal para extrair pele em Pernambuco

Assembleia Legislativa aprovam projeto de lei que proíbe criação de animal para extrair pele em Pernambuco

O Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco acatou, em primeiro turno de votação, o Projeto de Lei (PL) nº 604/2019, que proíbe a criação de animais com a finalidade exclusiva de extrair peles. A medida será incluída no Código Estadual de Proteção aos Animais, que é de 2014. O texto original recebeu ajustes na Comissão de Meio Ambiente.

Autora da proposição, a deputada Simone Santana (PSB) justificou a vedação alegando “condições deprimentes de confinamento” dos bichos criados com essa finalidade, que seriam “submetidos a práticas cruéis e a maus-tratos”. “Já existem produtos que podem perfeitamente substituir a utilização da pele de animais, principalmente na indústria têxtil”, apontou.

Não serão afetadas atividades de curtumes e similares, que usam essa parte do corpo de bichos abatidos para alimentação e outros fins.

Fonte: Folha PE


Nota do Olhar Animal: Este é um projeto absolutamente inócuo. Basta o criador declarar que a criação é para produção de carne que dribla a restrição. Não se engane, eleitor.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.